30 de nov de 2015

Lançamento livro Pensando a Vida


E o lançamento foi um sucesso, meus amigos!
E a emoção correu solta e atingiu a todos.
Meu primeiro livro, não há palavras que possam exprimir o que sinto no momento, a não ser o meu muito obrigada a todos vocês, que fazem parte do Naco de Prosa e da minha vida literária! 

Coral da Universidade do Contestado, UnC, Porto União, abrilhantando ainda mais a noite... 







Para assistir a um pedaço da apresentação, basta clicar UMA VEZ na frase abaixo, que está em destaque, na sequência aparecerá o link que fará o direcionamento para o endereço do Face em que está postado o vídeo: CLIQUE AQUI

22 de nov de 2015

Lançamento: Pensando a Vida

Meus queridos amigos!
Encontro-me ausente dos Blogs e do Naco de Prosa por um bom motivo: o lançamento do meu livro "Pensando a Vida".
O momento é de ansiedade, muita felicidade e gratidão, que eu não posso deixar de dividir com vocês.
Como eu gostaria de tê-los lá, comigo.
Logo, estarei de volta!
Um abraço apertado em cada um de vocês!



4 de nov de 2015

Morrer e nascer

Morte, assunto difícil de ser abordado, mesmo sabendo que a qualquer minuto, hora, dia ou mês ela virá nos levar. Podemos fazer uma analogia com o nosso nascimento, quando ficamos por nove meses no útero de nossa mãe, que é um lugar quietinho, quentinho, literalmente, um ninho onde recebemos alimento na hora certa e cuidados necessários para a nossa sobrevivência futura.É o nosso mundo, o único que conhecemos, é repleto de boas e únicas experiências. Passado o tempo, o corpo da mamãe se prepara e nos ajuda a sairmos ou melhor somos expulsos, levados para fora sem ao menos sermos questionados sobre a nossa vontade em  ali,permanecer, no aconchego do nosso único e conhecido mundo.De repente, nos vemos em um lugar barulhento, repleto de luz, dor pelas palmadas, e o choro é o que nos resta.
Passado algum tempo nos sentimos acarinhados pelo papai e mamãe, que nos dá o seio e nos descortina aos poucos todas as surpresas que prepararam para nos receber. Claro, que estamos falando em uma família estruturada, e um lar, então aquele mundo que foi só nosso, (útero),o qual pensávamos ser o único , onde tínhamos tudo acaba sendo esquecido, nem cogitamos para lá voltar.Semelhante, a morte nos leva sem nos questionar, ela ainda é tida como um tabu, muitos já foram vencidos, porém a "Morte", ainda traz grande mistério e medo. As crianças são poupadas em velórios, os pais as querem longe dos que morrem, nem conseguem dizer seu adeus, porém se elas fossem acostumadas aos velórios, entenderiam melhor o significado de " está junto de Jesus".
Certamente, se fôssemos questionados, indagados, na hora da morte, provavelmente, não deixaríamos esta vida, por pensar ou não saber o que encontraremos do outro lado, mas se papai e mamãe, aqui, na Terra,nos proporcionaram um mundo bom, (dentro de suas possibilidades), não há dúvidas de que Deus Criador, nos dará no mundo espiritual,todas as dádivas de que somos merecedores, pois o Mestre Divino, nos prometeu uma vida de acordo com nossas obras , por isso, o nascer é uma analogia do morrer.

A existência de Deus

Antoine de Saint-Exupéry, notável escritor que se notabilizou pela sua grande paixão à aviação, sendo destacado para fazer a linha comerc...