28 de abr. de 2020

Mulheres e a história




    Nós, brasileiros, possuímos um patrimônio social na história, na política na cultura e, como acontece em todos os países há a multiplicidade de pessoas, que são agregadas, é claro que no Brasil é assim também.
  Podemos fazer uma analogia com uma colcha de retalhos, pois carrega em sua herança, em cada pedaço a memória social. Neste maravilhoso elenco estão as mulheres, que lutaram e lutam pelos seus direitos e espaços sociais. As mulheres fazem parte da história do Brasil, e muitas ajudaram a fazer esta história, as quais pertencem a numerosas classes sociais.
 Parece impossível, mas nos dias atuais em que as mulheres estão em todas as áreas com sua competência e trabalho, ainda ouvimos a tão desagradável frase: “Só podia ser mulher, “ e outros impropérios.
É grande o universo de mulheres inventoras, e seus trabalhos ainda nos ajudam atualmente. Confira apenas alguns exemplos de criações e trabalhos de mulheres ao longo da história:
Não vamos aqui tecer comentários sobre a mulher no volante, sobre trânsito, é pequeno demais, por isso citaremos algumas mulheres que fizeram história, por exemplo: na tecnologia, são quatro programadoras que fizeram a história e se destacaram no mundo.
   Ada Lovelace é considerada a fundadora da ciência da computação, assim como a primeira programadora do mundo.  
    Margaret Hamilton foi diretora de engenharia de software, que guiou o voo da missão Apollo 11 e levou os primeiros homens à lua.
   Grace Hopper desenvolveu linguagens de programação acessíveis, que usavam palavras e não números para funcionar o computador.
Joan Clarke formada em matemática, ela fez parte da equipe que construiu alguns dos primeiros computadores do mundo.
“Só podia ser mulher! ”
   Se fizermos uma pesquisa com boa dedicação de tempo, com certeza, a lista de mulheres que deixaram sua marca na história será imensa.
   A história nos conta que em épocas de guerras os homens saiam para a luta, e neste período as mulheres tomavam à frente de sua aldeia, eram bravamente desafiadas a enfrentarem o inimigo e dar proteção aos filhos e desvalidos.
  Podemos registrar a bela história que conhecemos desde os bancos escolares, da índia da tribo dos tupinambás, Paraguaçu, esposa de Caramuru, o português Diogo Álvares Correia. Após se converter ao catolicismo, recebe o nome de Catarina do Brasil. Ela esteve junto com Caramuru na fundação de Salvador, abrindo igrejas e cuidando de conventos.
Outra que marcou muito a história do Brasil foi Ana Pimentel Henriques Maldonado, esposa de Martim Afonso de Sousa.
Enquanto o marido estava na missão ela ficou respondendo por seus negócios brasileiros, portanto, foi nesse período que Ana Pimentel deu início ao plantio de cana de açúcar em Cubatão e a criação de gado na Capitania de São Vicente, atual São Paulo.
 Maria Quitéria, foi a primeira mulher a fazer parte do Exército Brasileiro, que se disfarçava de homem para poder lutar.
Participou de várias batalhas, entre elas a Independência do Brasil, recebeu a condecoração da Ordem Imperial do Cruzeiro, pelo Imperador Dom Pedro I.
Temos Narcisa Amália de Campos, que é tida como a primeira jornalista profissional do Brasil.
A paulista Carlota Pereira de Queirós, foi professora, mas depois acabou mudando para medicina. Elegeu-se como a primeira deputada federal do Brasil, quando fez parte das comissões de saúde e educação. É de sua autoria a emenda que cria a casa do jornaleiro e o laboratório de biologia infantil.
Há muito o que registrar sobre tão valorosas mulheres, quem não conhece um bote salva-vidas, pois foi feito por uma mulher, os painéis de energia solar utilizam o trabalho de pesquisa de uma mulher. Há uma mulher por trás da tecnologia do wi-fi e GPS, que é a sigla em português significa “Sistema de Posicionamento Global”.
Temos grandes feitos, registrados ou não, nas páginas de nossa história.
Em nossas cidades o rol de mulheres que fizeram e fazem a nossa história é imenso. Aqui há apenas uma pequena amostra de que sim,
“Só podia ser mulher! ”

12 comentários:

  1. Bom dia:- A mulher é o equilíbrio do mundo. Na suas mãos amigas concentram-se e escondem-se as "lágrimas" do homem.
    .
    Saudações amigas
    Cuide-se

    ResponderExcluir
  2. Bom dia de esperança, querida amiga Marly!
    Começar o dia com um brilhante post para ler é uma maravilha.
    Você realmente valorizou o tal ditado que de pejorativo deu um cunho autêntico.
    Você sim sabe ser Mulher!
    Gostei de recordar com você, na sua pesquisa bem elaborada, os grandes feitos das guerreiras que honraram nossa condição feminina de ser.
    Tenha dias abençoados!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

    ResponderExcluir
  3. Há tantas e tantas que com seus pequenos gestos merecem nosso reconhecimento,não? E na maioria das vezes, desconhecidas! Lindo dia, beijos, TE CUIDA! chica

    ResponderExcluir
  4. Um texto tão bonito e sentido! Adorei!
    Beijos e uma boa tarde!

    ResponderExcluir
  5. Marli tenho grande preço pela mulher, em toda a sua magnificência. Se formos a história do Brasil, ainda durante, a colonização, além da citada, podemos encontrar várias mulheres que se distinguiram, como querrilheiras. Porém neste teu artigo aprecei, tomar conhecimento de mais nomes de mulheres brasileiras que se distinguiram.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Bonita homenagem às mulheres, minha Amiga. Estou de acordo consigo. Muitas mulheres se destacaram em muitas áreas do conhecimento humano, mas há também aquelas que, silenciosamente, dão o protagonismo aos homens assegurando a harmonia familiar… E dessas ninguém fala.
    Um bom fim de semana.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  7. Que bela homenagem, querida Marli!
    É verdade pura, foi difícil protagonizar o que os homens faziam, mas provou-se que temos nosso lugar de honra, e como você tão bem disse, os homens ia para a luta e as mulheres tomavam conta do que ficou, à frente dos negócios. Valentina Tereshkova (Russia) foi a primeira mulher a ir no espaço em 1963. E fora os teus lindos destaques, há uma infinidade de guerreiras - no sentido amplo da palavra.
    Amiga querida, aplausos para essa tua postagem!
    Um beijo, um bom fim de semana.
    Cuide-se, não esqueça.

    ResponderExcluir
  8. Boa noite, Marli!

    Gostei muito e muito aprendi com este seu excelente artigo, “Mulheres e a história”. As mulheres há algumas décadas mostraram do que são capazes, justamente elas que somente puderam no ano de 1932. Depois disso passaram a ter o direito de exercer o comércio, desde que o marido concordasse com isso. (“solteirona o preconceito, que as tolhia, como o de não ter-se casado (“solteirona”); as casadas que se desquitavam, anos mais tarde se divorciavam eram também, nos dois casos, vítimas de preconceito. A “solteirona” tinha alguma coisa esquisita, por estar solteira, a mulher que se separava (desquite ou divórcio) era tida pelos homens (quase em geral) como mulher fácil, que causava insegurança para a mulher bem casada. Naquele tempo, não muito distante a mulher separada encontrava amigas com outras mulheres nessa mesma condição. Hoje, felizmente mudou muito, embora aqui e ali possa ser notado alguns resquícios desse preconceito.

    Com você diz muito bem, minha amiga Marli, as mulheres há muito tempo estão em alta: são cientistas, filosofas, escritoras como Virginia Woolf e outras tantas de outros países. As mulheres estão em todas as áreas do conhecimento. De qualquer forma, Marli, é necessário que homens e mulheres escrevam mais sobre a importância e a competência do trabalho da mulher. Meus parabéns!

    Uma ótima quarta-feira. Cuidem-se com o vírus.

    Um abraço.
    Pedro

    ResponderExcluir
  9. Estou em crer que as mulheres, em poucos anos, vão ser muito mais influentes que os homens. Porque trabalham mais, são mais honestas e têm cada vez mais e maiores competências.
    Gostei da sua crónica, magnífica.
    Querida amiga Marli, continuação de boa semana.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  10. Olá, como tem passado?


    Concordo plenamente!

    Saudações poéticas!

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. Passando a fim de desejar que tenha um dia abençoado
    Para quando nova publicação?

    Cumprimentos poéticos

    ResponderExcluir

O amor está fadado ao fracasso?

imagem do Googlee Parei um tempo para olhar a chuva escorrendo pelo vidro da sala. Através dele, percebi um casal sob o guarda-c...