3 de jun de 2013

A pobreza !

                                      Menino triste


Hoje, ao acordar, agradeci a Deus por ter passado mais uma noite e ter a chance de talvez  passar o dia com vida.
Ao sair para o trabalho deparei-me com um animalzinho sujo e feio por estar subnutrido.
Ele estava arrepiado com muito frio e fome, pois entre os detritos da rua ele vasculhava, mexia em todos os pacotes
e rapidamente, engolia o que encontrava sem ao menos cheirar ou examinar o que achava. 
Triste cena, aquela, fiquei imensamente triste e voltei para casa pegar pão e um agasalho para aquele pequeno e feio animalzinho.
Por quê?
Porque o animalzinho era um menino do morro.(Já meu conhecido).



Texto escrito no dia 02/07/91.




8 comentários:

  1. oi Marli,

    tenho pouco a dizer,
    fiquei muda diante tamanha realidade...
    triste,muito triste...

    beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amiga,e é verdade, eu conheço essa realidade bem de perto.E não tem nada para mudar.Temos que ajudar com o que podemos para melhorar o futuro dessas crianças que estarão nos substituindo amanhã. Beijo, querida!

      Excluir
  2. Oi Marli, minha querida.
    Triste cena, triste situação.Que miséria.
    Por aqui também há muitos "animaizinhos" assim também.
    E somos obrigados a ver todos os dias notícias de políticos roubando o dinheiro que seria desses animaizinhos, juízes e procuradores recebendo mais de mil reais somente de vale alimentação. É revoltante.
    Assiste o vídeo que eu postei em meu blog.
    Me pergunto será que tudo isso tem jeito.
    E o nosso país é tão rico.
    É uma pena vermos tais imagens.
    Um abraço em seu coração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querido professor, sabe eu sofro muito com situações semelhantes, tenho feito um trabalho em prol de crianças necessitadas, mas o que faço é o mínimo.Sinto como você um revolta muito grande com tanta impunidade.E saber que nosso país é rico, porém há muitos ladrões.Grande abraço e obrigada!

      Excluir
  3. Eu vou muito ao Brasil. Tenho minha família mais direta no Brasil e conheço a história do Brasil a partir do instante em que D. João VI levou a côrte, fugindo a Napoleão. Aí começa a história de um povo que mais tarde se tornou, também, meu povo!

    E essa miséria que nos mostra, é igual à miséria portuguesa presente!

    Tenho livros publicados e pertenço à Associação
    Portuguesa de Escritores - APE-. Oficialmente sou escritora, mas esqueça, nos blogs escrevo poesia.
    Tenho livros em prosa como reparou e agradeço seu interesse!Obrigada por estar presente nos
    "7degraus".

    maria Luísa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Maria Luísa, fico feliz com sua visita aqui em meu blog, nosso, pois agora é seu também.Sinto-me orgulhosa por ter aqui uma escritora de Portugal.Ainda comprarei livros seus para conhecer sua obra, que com certeza é excelente pela maneira como escreve. Grande abraço!

      Excluir
  4. Gasparzinho7/6/13 20:40

    É tanta malandragem, é tanta roubalheira, é tanta gente virando os olhos para fingirem que não enxergam a realidade! Tudo entristece. Um País com condições de construir estádios de futebol colossais, não é capaz de alimentar uma criança.
    O erro está em que setor, afinal?
    Texto atual, muito bem escrito, e emocionante.
    Fico triste, apenas, porque penso que não terá melhorias, pois os responsáveis não querem melhorar nada, só o lado deles. Não falo apenas em política.
    Abraços do amiguinho camarada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amiguinho Gasparzinho, sabe eu tenho feito um pequeno trabalho para amenizar um pouquinho o sofrimento de algumas crianças que perdem a esperança em um futuro melhor, mas sei que é pouco. Revolta-me ver essa realidade, eu conheço-a de perto (alunos sem condições alguma),infelizmente.E os discursos nos chegam como se fôssemos ignorantes que acreditamos em tudo o que nos é jogado pela mídia.Obrigada pela visita e pelas palavras.Grande abraço!

      Excluir

Criticar ou não criticar?

Às vezes o que precisamos é apenas um filme que nos traga algo de bom. E esses dias eu estava a procura de algo bom, delicado e encontrei...