Apreciadores de Um Naco de Prosa

31 de dez de 2012

Feliz 2013!

Aos meus amigos, a todos nós: um ótimo 2013, muita Paz, sucesso, sonhos realizados!
Um brinde ao Ano Novo que está nascendo.
E que seja bom!

23 de dez de 2012

Boas Festas!


Meus amigos do Blog, mais um ano em que estamos juntos, trocando ideias, experiências, dicas.
Quero desejar a todos nós um Natal iluminado, com muita Paz, consciência e Amor.
Que possamos estar ao lado de quem amamos e queremos bem, e que Deus nos abençoe a todos!
Que 2013 venha com muitas melhorias para todos nós, que possamos lutar e conquistar cada vez mais o que ansiamos, e que possamos vencer os obstáculos que a vida nos traz com dignidade.
Muito obrigada por mais um ano fazendo do Naco de Prosa o nosso cantinho para estarmos juntos!
Boas Festas!
Tim-tim!

13 de dez de 2012

Lançamento Livro: Natal, Viagens e Fantasias



 
 
 
Ontem estive no lançamento do livro: "Natal, Viagens e Fantasias", organizado pela escritora Isabel Furini.

Ir a eventos como este engrandecem nossa Alma de meros admiradores de obras tão magníficas como as vistas e ouvidas nesta noite que passou tão mágica, tão encantadora... acarinhada pelas vozes magníficas do coral Thalia.

Após a apresentação, tivemos a leitura de alguns contos do livro, com a interpretação magnífica do diretor de cinema Jul Leardini.

Divido com vocês, meus amigos e amigas do Naco de Prosa, uma pequena amostra do que vivenciei nesta noite mágica...
 

 


12 de dez de 2012

Cerimônia Troféu Gralha Azul


Ontem, dia 11 de dezembro, aconteceu, no teatro Guairinha, a cerimônia de entrega do troféu Gralha Azul aos profissionais do teatro do Paraná.."Em Breve nos Cinemas",  obra que tem a brilhante direção da talentosa dramaturga Nina Rosa Sá, que  é também a autora do texto ao lado do americano, Mark Harvey Levine.





A  peça "Em Breve nos Cinemas", foi indicada para o troféu  como Melhor Espetáculo;  Melhor Ator e Melhor Cenário. Nina subiu aos palcos para agradecer pelo troféu de "melhor cenário" para Fernando Marés.
A noite foi de muito brilho, a cerimônia digna de grandes aplausos.
Nina está, com certeza, trilhando o caminho certo, pois sempre gostou de escrever .
A minha emoção foi extremamente grande ao ver a menininha que cresceu e hoje, dirige um elenco de grande porte. Momentos que invadiram minha alma de  alegria.
"Enquanto houver sangue em meu corpo, não paro de atuar", Tônia Carrero (atriz), percebo a mesma garra em Nina Rosa.
.





9 de dez de 2012

Gosto quando te calas

O poeta tem o poder. Tem magia, pois faz mágica com o poder das palavras.
O poeta nos encanta e diz tudo o que quer que nós, meros mortais, entendamos com seus poemas e canções.
Para vocês: Pablo Neruda...




Gosto quando te calas

Gosto quando te calas porque estás como ausente,
e me ouves de longe, minha voz não te toca.
Parece que os olhos tivessem de ti voado
e parece que um beijo te fechara a boca.

Como todas as coisas estão cheias da minha alma
emerge das coisas, cheia da minha alma.
Borboleta de sonho, pareces com minha alma,
e te pareces com a palavra melancolia.

Gosto de ti quando calas e estás como distante.
E estás como que te queixando, borboleta em arrulho.
E me ouves de longe, e a minha voz não te alcança:
Deixa-me que me cale com o silêncio teu.

Deixa-me que te fale também com o teu silêncio
claro como uma lâmpada, simples como um anel.
És como a noite, calada e constelada.
Teu silêncio é de estrela, tão longinqüo e singelo.

Gosto de ti quando calas porque estás como ausente.
Distante e dolorosa como se tivesses morrido.
Uma palavra então, um sorriso bastam.
E eu estou alegre, alegre de que não seja verdade.


30 de nov de 2012

E no frigir dos ovos

 
O que significa "No frigir dos ovos"?

Pergunta: Alguém sabe me explicar, num português claro e direto, sem figuras de linguagem, o que quer dizer a expressão "no frigir dos ovos"?


Resposta: Quando comecei, pensava que escrever sobre comida seria sopa no mel, mamão com açúcar. Só que depois de um certo tempo dá crepe, você percebe que comeu gato por lebre e acaba ficando com uma batata quente nas mãos. Como rapadura é doce mas não é mole, nem sempre você tem idéias e pra descascar esse abacaxi só metendo a mão na massa..

E não adianta chorar as pitangas ou, simplesmente, mandar tudo às favas, nem ficar procurando chifre em cabeça de cavalo.

Já que é pelo estômago que se conquista o leitor, o negócio é ir comendo o mingau pelas beiradas, fazendo uma boquinha e cozinhando em banho-maria, porque é de grão em grão que a galinha enche o papo.

Contudo é preciso tomar cuidado para não azedar, passar do ponto, encher linguiça demais. Além disso, deve-se ter consciência de que é necessário comer o pão que o diabo amassou para vender o seu peixe. Afinal não se faz uma boa omelete sem antes quebrar os ovos. Cautela e canja de galinha não fazem mal a ninguém.
Há quem pense que escrever é como tirar doce da boca de criança e vai com muita sede ao pote. Mas como o apressado come cru, essa gente acaba falando muita abobrinha. São escritores de meia tigela, trocam alhos por bugalhos e confundem Carolina de Sá Leitão com caçarolinha de assar leitão.


Há também aqueles que são arroz de festa, com a faca e o queijo nas mãos, eles se perdem em devaneios (piram na batatinha, viajam na maionese... etc.). Achando que beleza não põe mesa, pisam no tomate, enfiam o pé na jaca, e no fim quem paga o pato é o leitor que sai com cara de quem comeu e não gostou.

O importante é não cuspir no prato em que se come, pois quem lê não é tudo farinha do mesmo saco. Diversificar é a melhor receita para engrossar o caldo e oferecer um texto de se comer com os olhos, literalmente.

Por outro lado se você tiver os olhos maiores que a barriga o negócio desanda e vira um verdadeiro angu de caroço, comendo mortadela a arrotando caviar. E, não adianta chorar sobre o leite derramado porque ninguém vai colocar uma azeitona na sua empadinha, não. O pepino é só seu, e o máximo que você vai ganhar é uma banana, afinal pimenta nos olhos dos outros é refresco...

A carne é fraca, eu sei. Às vezes dá vontade de largar tudo e ir plantar batatas, porque macaco velho não bota a mão em cumbuca. Mas, quem não arrisca não petisca, e depois quando se junta a fome com a vontade de comer as coisas mudam da água pro vinho.

Se embananar, de vez em quando, é normal, o importante é não desistir mesmo quando o caldo entornar. Puxe a brasa pra sua sardinha, que, no frigir dos ovos a conversa chega na cozinha e fica de se comer rezando. Daí, com água na boca, é só saborear, porque: o que não mata engorda.

Entendeu o que significa "no frigir dos ovos"?

Autor: Desconhecido
Fonte: Google

24 de nov de 2012

Fanfictions

 
É a ficção criada por fãs, os autores são chamados de Fictores.
Fanfictions é uma nova forma de literatura. Os fãs criam histórias sobre seus ídolos da ficção ou mesmo os reais.
Às vezes, os fãs se cansam de esperar pelo novo filme ou livro de sua série predileta e até desejam dar um novo rumo para seus personagens de livros, filmes, séries, quadrinhos, bandas e até celebridades.
Então dão vida à nova forma de literatura. São conhecidas como fanfics e criadas especialmente pelos fãs.
As histórias começam a ser publicadas em sites, e assim os leitores estão sendo conquistados rapidamente.
Atualmente, já, existem portais dedicados apenas à publicação das fanfics.
A paixão e, também o descontentamento dos fãs, foram os motivos que fizeram com que eles assumissem o papel de escritores.
Sendo assim, os escritores das fanfics, têm o poder de transformar o final da história, rever e até mudar algumas características dos personagens. Podem até escrever uma nova aventura para ser degustada pelos fãs, os quais também têm seus anseios por novidades de seus ídolos.
Os escritores de fanfics são conhecidos como ficwriters, passando assim, a serem transformadores
e agentes culturais.
Segundo André Neves, o mestre em Crítica Cultural "o sucesso da cultura de ciberespaço permitiu que as classes marginais da literatura encontrassem espaço tanto para produzir quanto para divulgar".
Os temas do universo POP são mais frequentes, devido a grande maioria dos escritores de fanfiction serem jovens.
Harry Potter ganhou notoriedade inédita, pela sua quantidade de fãs, sendo assim, registra um marco para o gênero, pois é um mundo repleto de possibilidades. Penso que todos nós, leitores em algum momento tivemos uma vontade louca por mudança do que líamos e até imaginado um final diferente.
Chamou-me a atenção a trilogia "50 Tons de Cinza". Obra muitíssimo comentada por seu conteúdo sobre sexo.
A história surgiu de uma fanfiction baseada nos personagens Bella e Edward, de Crepúsculo, fiquei incrédula ao ler, pois foram simplesmente rebatizados como Christian e Ana Steele. É uma história extremamente picante.
O sonho dos autores de fanfics é poder publicar suas histórias.
Porque toda história, pode sim, ser reinventada, por mais polêmica que esta frase seja.
 

15 de nov de 2012

Viagem a Brasília com a turma de Direito da UnC (Universidade do Contestado)


Sempre tive ímpetos de conhecer mais sobre a cidade de Brasília. Sabia um pouco sobre ela através dos livros, filmes, documentários. O projeto piloto de Oscar Niemeyer ficava distante do meu entendimento. Compreendi melhor estando no local junto à maquete. Simplesmente fantástico, pois tudo foi projetado com um objetivo final. Cada salão, cada painel, cada janela tem uma função dentro do projeto.
Sempre soube que Brasília foi o sonho realizado por Juscelino Kubitschek, porém há muitas pessoas que acreditam no sonho profético de Dom Bosco, que leva o nome do padroeiro de Brasília. Penso que foi o sonho de milhares de brasileiros por uma nova capital. Com o sol escaldante sobre mim, voltei meus pensamentos aos candangos, que desbravaram corajosamente o cerrado, e o apoio dos mestres Oscar Niemeyer e Lúcio Costa.
A minha volta os lagos artificiais para equilibrar a umidade do ar. Adoro o calor, mas devo -lhes contar só com muito líquido para poder admirar as belezas de Brasília. Achei extremamente interessante saber que todo o espaço de Brasília foi  racionalizado, pois possue uma simentria majestosa. Os setores existentes no lado Sul são repetidos no lado Norte.
Assim setor só de bancos, só de farmácias, hospitais, hoteis e recebem nomes técnicos como por exemplo:-Setor Hoteleiro,Norte/ Sul, para facilitar usam-se as siglas  (SHN/ SHS);
Setor Médico Hospitalar Sul/Norte (SMHS/ SMHN ). Interessante saber que a cidade foi projetada para cerca de 500 mil habitantes, hoje, porém, já possue quatro vezes mais que o planejado. O Congresso Nacional possue vinte e oito andares, por isso, os demais  prédios não podem ultrapassar o número de andares em respeito à altura do Congresso Nacional.
O Palácio do Congresso Nacional, fica  localizado na Praça dos Três Poderes e Sede do Poder Legislativo Federal, projetado pelo arquiteto O.N. Toda a arquitetura tem uma simbologia interessante. Pude registrar em minha mente muito conhecimento, mas por serem infindáveis regitrarei apenas uma pequena parte para que tenham uma noção de quanto há a aprender sobre nossa história.

A Câmara dos Deputados fica no Salão Negro. A parte arquitetônica é de tirar o fôlego, é por ele que o (a) presidente da República faz sua entrada.
Salão Nobre é o espaço onde o presidente da Câmara dos Deputados recepciona chefes de Estado ou de Governo. Nessa sala há um vitral com o título de Pasiphae. Há um painel de madeira laqueada em azul escuro.... tudo explêndido.
Salão Verde é onde existe maior movimento da Câmara dos Deputados.O salão é usado pelos jornalistas para seus trabalhos de entrevista com os parlamentares.
O Salão também abriga a exposição permanente dos Presentes Protocolares do Museu da Câmara dos Deputados do Império à República.
Galeria do Plenário é permitido a qualquer pessoa ingressar e permanecer na galeria pública durante as sessões.
Plenarinho -Presidiários do Rio de Janeiro produziram os móveis em madeira de lei, em 1867.Esse conjunto é chamado de Plenarinho e sua disposição é semelhante à do Plenário atual.
Obs:-Para os entendedores de entalhe em madeira é um colírio aos olhos.
O Banco Central do Brasil mostra nossa história desde o aparecimento da moeda e dos sistemas financeiros.
A Galeria de Arte do Banco central tem como objetivo divulgar o acervo.Consegue-se fazer uma viagem cultural da Vanguarda modernista, onde podemos nos maravilhar com as obras de Di Cavalcanti, Tarcila do Amaral e outros. As obras da Semana da Arte Moderna se fazem presente. O compartilhamento da cultura com os cidadãos é muitíssimo interessante.
A capela de Nossa Senhora de Fátima, em Brasília, é conhecida com Igrejinha. A primeira igreja de Brasília, construída e fundada antes da própria cidade de Brasília, 1958. Ela foi construída a pedido de dona Sarah Kubitschek  para cumprir a promessa que fizera pela cura da filha.
A Igrejinha fica no centro das quatro quadras. Foi projetada pelo O.N.. Ela tem a forma de um chapeu das freiras da Ordem dos Vicentinos. Tem capacidade para no máximo 60 pessoas. Inclusive, no dia da minha visita, havia um batizado, por isso foram colocadas cadeiras do lado de fora.
É ornamentada com azulejos azuis com figuras do Espírito Santo e da Estrela da Natividade criado por Athos Bulcão.
O Santuário de Dom Bosco - homenagem ao padroeiro de Brasília - possue vitrais com doze tons de azul.O sol estava refletindo o azul nos bancos da igreja, não encontro palavras para descrever tão maravilhosa sensação.
O altar é um bloco maciço de mármore rosa. Atrás, a cruz com Cristo crucificado, ela possue oito metros e é esculpida de um único tronco de cedro.
O Memorial JK., merece uma parte especial, pois há necessidade de muitas palavras para expressar tamanha beleza do local.
A cidade de Brasília me deixou encantada, e há muito a contar sobre o que vi e aprendi...
Ah! a minha curiosidade ficou sem resposta, pois não nos foi mostrado a parte feia, a pobreza, a violência.

11 de nov de 2012

Sugestão de um Dia de Chuva


Gosto de ver a chuva. Chove. Abro a janela
fica à janela a ouvir por essa tarde mansa
a balada da chuva... Ah! a chuva é tão bela
que meu olhar de vê-la e olhá-la não se cansa !

Nesses dias de chuva eu retorno a ser criança,
vou correndo ao passado, à cidade singela
onde de pés no chão... minha maior festança
era brincar na chuva e era correr por ela...

Chove! Que chuva boa! E que alegria encerra
a cantiga dos pingos batendo na terra !
Penso... e que saudade sinto toda vez

que chove! como se eu pudesse novamente
pés descalços correr pela chuva contente
como a criança de outrora alegremente o fez!


( Soneto de J G de Araujo Jorge - in
" Festa de Imagens " 1a ed. 1948 )

9 de nov de 2012

Vernissage



Exposição " Imagens do Mundo", aconteceu ontem, no espaço Estação Business School, no Shopping Estação em Curitiba.
Fui honrada com o convite da escritora Isabel Furini e seu filho Carlos Zemek ( curador ).
O evento contou com a presença de muitos artistas, inclusive internacionais.
O evento registrou o encontro da Educação, Cultura e Arte.
Vale a pena o registro.







 



6 de nov de 2012

Jingles Presidenciais ao longo dos anos.

Encontrei este vídeo no Youtube, achei interessante e compartilho com vocês.
Diferenças de ontem e de hoje...

31 de out de 2012

Saudade....

A saudade é uma palavra mais usada em todas as falas românticas.Podemos percebê-la nos poemas, nas letras de músicas, em nosso olhar fugidio, em nossa vida.O que dizer sobre a saudade? Ela está longe de nosso alcance, porém mora dentro de nós.Que bom podermos senti-la, pois demonstra que temos de que nos lembrar e sentir saudades.

28 de out de 2012

Convite: Exposição "Imagens do Mundo"


EXPOSIÇÃO "IMAGENS DO MUNDO": O curador Carlos Zemek enfatiza que as “Imagens do mundo” não são só representações externas, mas registros de monumentos, cidades, ambientes, pessoas, que questionem a vida do homem contemporâneo, sua visão da realidade. Na visão de Zemek, a arte não é só prazer estético, mas também um instrumento para entender e questionar o mundo.

Vernissage: 07de novembro, 19 horas, no Estação Business School, Av. Sete de Setembro, 2775 - 5º Andar, Curitiba.
ENTRADA FRANCA.

 O mundo com suas paisagens, com seus ambientes naturais e urbanos, com pessoas que amam e sonham, serão assuntos da exposição “Imagens do Mundo”. O mundo multifacetado, encantador, fascinante, é fonte de inspiração dos artistas plásticos:
 
Escultura: Zardo.
Pintura: Alessandro Bozza, Carlos Zemek, Celia Dunker, Daniel da Silva Freire, Dirce Bittencourt, Katia Velo, Mercedes Brandão, Neiva Passuello, Rogério Bittencourt, Sandoval Tibúrcio, Valéria Sípoli, Vanice Zimerman, Vera Freitas, além de Maribel Moratilla, da Espanha, e Claudia Augusti e Ilia Ruiz da Argentina.
 
Curadoria: Carlos Zemek
 




 

18 de out de 2012

Adotar é tudo de bom!

Meus amigos e amigas do Naco de Prosa, temos um cachorrinho lindo e esperto buscando um lar que o ame.
Ele foi encontrado no aeroporto de Curitiba, com a patinha fraturada, após uma visita ao veterinário, está totalmente recuperado e pronto para suas travessuras.
Defendemos a adoção, e queremos ajudá-lo.
Se você gosta de animais e procura um companheiro, ou até mesmo presentear alguém ( o Natal está chegando... ) eis um presentão que fará bem a você e a quem recebê-lo.
Agradecemos a atenção dispensada, e para quem ficou interessado(a):

Contato: Bárbara Favero
Telefone: 41-9908-1203
Cidade: Curitiba - PR




16 de out de 2012

Um dia o Trem passou por aqui...





A Locomotiva 310, de 1913, conhecida como Maria Fumaça, foi revitalizada em 2005 pela Associação "Amigos do Trem".
Ela fez parte da vida dos moradores das cidades gêmeas: Porto União ( SC ) e União da Vitória ( PR ).
Interessante registrar que, os trilhos do trem, ainda hoje, são um marco da divisa dos Estados do Paraná e Santa Catarina.
Em uma época do passado a travessia de uma cidade a outra somente era possível apenas pelo túnel, pois era mais seguro.
No ano de 2007, minha filha Mariane Boldori, finalizando seu TCC para o curso de Rádio e TV em Curitiba, realizou um trabalho como forma de homenagear esta máquina que muito ajudou a desenvolver as cidades gêmeas.
 

Locomotiva 310: a Maria Fumaça de Porto União da Vitória


A Locomotiva 310, de 1913, conhecida como Maria Fumaça, foi revitalizada em 2005 pela Associação "Amigos do Trem".
Ela fez parte da vida dos moradores das cidades gêmeas: Porto União ( SC ) e União da Vitória ( PR ).
Interessante registrar que, os trilhos do trem, ainda hoje, são um marco da divisa dos Estados do Paraná e Santa Catarina.
Em uma época do passado a travessia de uma cidade a outra somente era possível apenas pelo túnel, pois era mais seguro.
No ano de 2007, minha filha Mariane Boldori, finalizando seu TCC para o curso de Rádio e TV em Curitiba, realizou um trabalho como forma de homenagear esta máquina que muito ajudou a desenvolver as cidades gêmeas.
Abaixo, segue o poema que ilustrou parte deste trabalho.

Um dia o trem passou por aqui

Ouço ao longe o apito do trem que me desassossega a alma
As recordações que trazem, fazem-me viajar ao passado
Com o trem que viveu comigo
Recordo-me das badaladas do grande relógio na sala
Soavam cinco horas da manhã.
A casa punha-se em movimento,pois papai ia para o trabalho.
O cheiro forte do café fresco.
O pão com mistura e a pressa,pois ela estava chegando
Imaginava sempre : Quem era ela?
Quando papai dizia:- A Maria Fumaça se aproxima.
Quando cresci um pouco mais
Sabia então que em sua altivez de rainha,
Imponência de uma deusa, era uma máquina
Que levava e trazia as pessoas
Eu acompanhava papai e ficava na plataforma.
Olhando aquele formigueiro de gente que ia e vinha.
Acima de minha cabeça,
Ficava o grande relógio da estação
O túnel dava seu ar de mistério, medo.
Chegava a hora o sino batia forte
era tempo dela caminhar sobre os trilhos
E suas rodas a levavam para longe.
Hoje, olhando pela janela
Sobre as rodas da Maria Fumaça vem à memória
Os bons tempos de criança.
Quando eu imaginava que a grandiosa máquina
Não era senão uma bela mulher
Com o nome de Maria e que soltava muita fumaça
Ah!!!!
Hoje, ela volta aos trilhos com sua magnitude,
Trazendo junto à fumaça, lágrimas de saudade dos tempos
Em que ela era algo, que estava ao meu lado,
Todas as manhãs, mas distante dos meus sonhos de menina.
 

15 de out de 2012

Pelo Dia do Professor...

Uma singela homenagem do Naco de Prosa ao Mestre que nos ensina os primeiros rabiscos, que nos ensina as interpretações dos textos gramaticais, que desperta em nós, desde a tenra idade, a vontade sagaz de abrirmos um livro e degustarmos Machado de Assis, José de Alencar e tantas outras Literaturas.
Parabéns a todos que, de alguma forma, tendo que passar nos dias de hoje por tantas provações, faz dos filhos deste País, pessoas melhores.







29 de set de 2012

Singela Homenagem: Hebe Camargo


Hebe Camargo teve uma parada cardíaca nesta madrugada do dia 29/09, e faleceu em sua casa, no Morumbi.

20 de set de 2012

Como é bom ser bom

Acabei de ler um texto de Martha Medeiros e fiquei refletindo sobre o assunto que divido com vocês. Wesley Ramos, um menino de 11 anos é homenageado, motivo: ele encontrou uma bolsa e a entregou juntamente com os pertences à sua dona. Significa que ele devolveu algo que não lhe pertencia, sabemos que é uma obrigação nossa tal atitude, e ele foi homenageado por ser honesto.
Será que estou errada? Ou há uma inversão de valores em nossa sociedade?
O mundo inteiro sabe que o desenvolvimento social e a liberdade de um país dependem da educação de seu povo. Vivemos invertendo valores, confundindo o público e o privado sem a consciência de que o público é pago por nós. Assim continuam as ideias rotundas, esquecem e ultrapassam limites em proveito próprio.
A família como célula mater da sociedade tem o dever de passar exemplos aos filhos, os quais com certeza, construirão seu caráter baseados nos princípios recebidos, tornando-se conscientes e cientes dos reais valores, pois sem orientação viverão no público como se fosse o privado e vice-versa. Antigamente, não muito distante, se trazíamos para casa um toco de lápis, uma borracha ou qualquer coisa quase sem valor, nossos pais queriam saber de onde tal coisa surgira. Às vezes, nossa mãe voltava conosco à escola para saber de quem era o pedaço de lápis ou borracha....A família, e sempre ela, ainda tem e terá o poder maior com seus filhos e dependentes. A mídia nos coloca como rotina diante de diversos tipos de corrupção, o que nos lembra as palavras de Rui Barbosa “...passamos a ter vergonha de ser honestos". A educação ainda é a base para fazer com que a criança conheça seus direitos e também seus deveres.
Certa vez ouvi: “ O alheio reclama por seu dono”.
A Honestidade  e a  Ética devem  estar  no topo da  lista dos  nossos deveres.

12 de set de 2012

Corpo ou Prisão

 
          Sinto-me prisioneira, presa com amarras que me doem muito.
 
Quero mover-me, porém minhas pernas não me obedecem.

Percebo que possuo uma bela voz, quero cantar, cantar e cantar...
 
O som não sai. Por que não consigo?

Parece que estou sonhando ou é um pesadelo?

Minha boca se abre aleatoriamente, mas não quando quero falar ou gritar.
 
Tudo em mim é estranho. Por quê?
 
Sofro porque não consigo expressar o que acontece em minha alma.
 
Hoje, uma flor desabrochou, quis sentir o perfume.
 
Quis tocá-la,mas não consegui, pois parecia-me que meus braços não existiam

O que há comigo?

Será que estou dormindo?

Será que estou sonhando acordada?
 
Ouço uma música que me toca a alma.

Quis chegar mais perto para ouvi-la.
 
Minhas pernas não saíram do lugar.

O abraço não pude dar, meus braços não tinham força.


Oh! Deus!Deus! O que há comigo?

ELE me respondeu:-Filha amada, você é um anjo, mas que nasceu Especial.
 
Sua alma está presa a este corpo, que lhe impede de fazer o que deseja.

Portanto, prometo-lhe que a partir deste momento,

Vais sorrir, cantar, dançar, abraçar, sentir...poderá fazer tudo que quiseres.

Pois hoje, seu espírito ficarás livre deste fardo que carrega: Seu corpo.

8 de set de 2012

Metade


Ouvindo um poema, parei para refletir sobre a letra.
Som conhecido de todos que gostam de ouvir algo que lhes faça bem.
Voltando ao poema , ouvi as palavras com carinho e percebi que em nossa vida tudo é dobrado. É claro que, também conhecemos sobre o assunto da duplicidade, mas valeu naquele momento oportuno que no silêncio eu parasse para refletir.Resultado,resolvi colocar o meu sentimento aqui para que vocês, meu queridos amigos possam quem sabe, sentir o mesmo que senti.
Vale lembrar que quando estamos gostando de alguém há o outro lado, do deixar de gostar;
se estamos com saúde, há o outro da doença que nos persegue;
se a alegria estampa meu rosto, no meu interior há a tristeza que se esconde;
se estou feliz por meu emprego, já perpassa o medo de perdê-lo;
o meu sono vem com a vontade de não dormir para que o tempo pare;
e percebi que em todos os sentimentos há o outro lado.
Porém, o Amor é sublime, é único, pois amamos de alguma maneira, e há vários tipos de amor. Brian L. Weiss (famoso psiquiatra) autor de várias obras em seu livro
Só o Amor é Real”, nos passa um pouco sobre o assunto.
Ah! o amor......
Postei juntamente ao texto acima, o poema que me fez parar .
Espero que gostem. Desejo-lhes um ótimo final de semana!