21 de jun de 2014

A enchente nas Gêmeas do Iguaçu

As nuvens cobrem de cinza toda a nossa região. Sinal de chuva, quem sabe apenas uma chuva leve, então a chuva começou a cair, mas sem dar tréguas. Parecia querer lavar até a alma das pessoas. O medo veio e junto a ele a lembrança de datas em que a enchente foi terrível para todos nós. As mais recentes foram em 1983 e 1992. Mesmo os que não ficaram com suas casas na enchente, abrigaram parentes, amigos. Faltou quase tudo nas cidades, pois as passagens estavam bloqueadas, não se entrava e nem saía das cidades. Lembrei que há 31 anos para levar minha filha, ainda bebê, ao médico em Curitiba, tivemos que atravessar ( correndo grande risco) o rio por meio de uma draga de tirar areia. O ônibus esperava por poucos passageiros do outro lado da cidade, próximo ao Hospital Regional ( São Camilo).
Eram poucos os que podiam entrar no ônibus porque só saía das cidades, quem tinha muita urgência no deslocamento. E hoje, em 2014, não queria acreditar que após tantos anos as chuvas deixariam o rio Iguaçu saturado até suas bordas não aguentarem mais. E aí, veio o caos. A água simplesmente foi subindo e levando tudo pela frente. E a chuva continuava. Muitos moradores já acostumados pensavam em ir ficando, mas a água subiu rápido, a chuva esperada para dois meses caiu em apenas 72 horas, foram mais de 314 milímetros de chuva.

O tranquilo rio Iguaçu, com suas águas no nível de 2,87, dobrou, triplicou o seu volume, chuva, chuva, o nível subindo e alcançaram surpreendentes 8,13 metros.
A esperança de todos era de que a chuva desse uma trégua, mas isso não aconteceu, a média era de oito centímetros por hora. E o rio ficou fora de sua caixa. Logo vem o pensamento, precisamos ajudar e aí, vemos como o nosso povo é unido.
Em União da Vitória foi declarado estado de calamidade pública, foi quando tivemos a visita da Presidente da República, em exercício, que se prontificou a dar todo apoio possível aos munícipes. Lembrando que na década de 30, Getúlio Vargas também esteve aqui, por outros motivos. Tivemos,  portanto a visita de dois presidentes em nossas cidades, conhecidas por  “ Gêmeas do Iguaçu”.
Talvez algumas pessoas pensem que a enchente só acontece nas zonas ribeirinhas, mas ledo engano, a água chega para todos os tipos de pessoas, casas, empresas, colégios, Universidade...
A emoção, a tristeza, a dor em ver tudo embaixo das águas barrentas, então chorei sem sentir constrangimento. Até onde tínhamos acesso dava para ver carros só com uma parte fora das águas, animais nos telhados, casas, casinhas, casebres, mansões sob a água barrenta e fétida da enxurrada. Muito lixo também veio parar nas ruas não alagadas, então além das ruas inundadas havia as, sem água, mas com muito lixo. Procurei pelo parque ambiental, ao lado das margens do rio, porém nada mais é visível, tudo é um imenso mar de águas escuras.
A ajuda veio de todos os lugares e o toque de recolher também.
As pessoas que não tiveram suas casas invadidas pelas águas sofrem muito também, pois todos têm parentes e amigos que perderam tudo para as cheias do Iguaçu. Houve certo pânico, no início, o que é comum, mas fiquei assustada quando vi filas intermináveis nos postos de gasolina, nos açougues, mercados, fila para gás... Na enchente de 1983 houve falta de alguns produtos, pois as entradas das cidades ficaram bloqueadas como agora também.Hoje , tudo voltou a acontecer, aos poucos as águas estão baixando, aí vem o mal cheiro , o trabalho da volta para as casas e lentamente volta-se a normalidade.
São 11:00h de sábado, 21, e o nível do rio está 7,71 metros e a esperança nos olhos do povo, ao olhar para o céu nublado, se desfaz.









22 comentários:

  1. Que postagem sensacional!
    Obrigada por nos dar noticias de um assunto importante e necessáriopara todo cidadão brasileiro.
    A necessidade de se prevenir para ocasiões como estas aqui mostradas não deixam dúvidas que não vem sendo aprimorado.
    Fraterno abraço
    Nicinha

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde querida Marli.. como esta querida amiga..pude acompanhar um pouco na tv sobre isso.. realmente o clima esta se revoltando.. tudo parece se interligar.. muitas mudanças significativas ainda vão acontecer.. que as aguas baixem e as vidas possam ser reconstruidas.. beijos e até sempre

    ResponderExcluir
  3. Fiquei muito comovida, Marli. pelo excelente texto. De vez em quando, em alguma parte do planeta assistimos a estas catástrofes naturais, embora saibamos que muita da destruição que o alagamento provoca, o homem é muito culpado e, apesar destes tristíssimos exemplos, não altera a sua atitude, colocando os interesses económicos em prioridade. E é como dizes, depois tudo recomeça como se a única culpada fosse a natureza... Apesar de tudo, sabemos que, nestas alturas, a solidariedade funciona mesmo!
    Bjo, Marli

    ResponderExcluir
  4. Desejo que tudo fique bem.

    www.lucadantas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi, Marli, são nessas revoltas da natureza que podemos atestar a solidariedade humana. Todos nós já vimos dezenas de enchentes por esse Brasil afora, gente chorando, perdendo seus bens... muito triste. Espero que nossos políticos olhem mais, um pouquinho mais para o coletivo e deixem o individual. Mas a coisa tá difícil, eta dureza...Triste seu texto, mas fica como um alerta. Tomara que bata no coração de alguém naquele centrão...

    Meu carinhoso abraço!

    ResponderExcluir
  6. Boa tarde querida Marli
    Acompanhei um pouco dessas tragedias mas te confesso... me emocionei com a tua sensibilidade ao narrar essas catástrofes. É a natureza que mostra a sua força mediada pelo desrespeito da humanidade. Que a solidariedade seja infinita na ajuda aos que conhecem o desconforto e vivem a perda
    Beijos e uma boa tarde para você

    ResponderExcluir
  7. É lamentável Marli, mas infelizmente é a realidade. Estes acontecimentos são nada mais, nada menos, do que os reclames da Natureza pelas agressões que lhe são impostas pelo homem. Que DEUS tenha piedade de todos e que tudo volte à normalidade.

    Beijos e um ótimo final de semana para ti, para os teus e para todos.

    Furtado.

    ResponderExcluir
  8. Olá, Marli

    Tudo de bom, para você.
    E os meus desejos de um fim de semana, excelente.
    Que a luz do Sol, aqueça os seus sonhos, e que o Criador, abençoe, os seus desejos, para que eles despertem e se concretizem.
    Desejos meus, de Saúde sempre e Paz.
    Abraços

    ResponderExcluir
  9. Gasparzinho21/6/14 21:20

    As pessoas que puderam acompanhar essa tragédia vinda pelas águas se entristeceram. Um país como o nosso, dito sem desastres naturais, todos os anos nos surpreende... seja no Sul, no Norte, no Sudeste. Vocês sofrem neste momento com as chuvas, o Nordeste com a seca, e etc. Parte culpa do homem, parte culpa dos governantes. Espero que a visita da autoridade máxima deste País se compadece mesmo e os ajude. Boa sorte!
    Abraços do amiguinho camarada.

    ResponderExcluir
  10. Marli, a Terra chora hoje mais que nunca. Aqui, a orla costeira ficou completamente irreconhecível em certos sítios. As marés vivas lançaram o pânico cidades dentro. Compreendo, por isso toda a sua narrativa. excelente, como sempre
    Beijinho meu

    ResponderExcluir
  11. Mas que trágedia... Uma calamidade. Olá amiga vindo te dá um abraço e te convidar a participar do 9º Ostra da Poesia, seja como poetisa ou votante. Não será agora, mas quem cedo madruga Deus ajuda *gargalhadas*. É um convite spam, sorry, mas tenho muitos bloguxos para visitar. Beijos no coração.

    ResponderExcluir
  12. Achei muito dura, mas talvez seja verdade uma citação que diz que a natureza quando é agredida, ela não se defende, ela se vinga! E por vezes em cima dos que não têm nada a ver.
    Triste, não?
    Beijos, Marli!

    ResponderExcluir
  13. Miguel22 de Junho de 2014 às 09:08

    Querida Marli
    Não precisava correr... :) só dia 24 há novo post, portanto, ainda tinha mais dois dias para não perder este.
    Mas agradeço ter vindo com toda sua simpatia.
    Faz muito bem vir até cá. Não se vai arrepender, pois este país é maravilhoso!
    Como refiro no início deste post o tempo de que disponho não me permite visitar os blogs e comentar um a um. Mas quando regressar a Portugal voltarei a visitar TODOS!
    Um Domingo muito bom para você.
    Um beijo

    AMANHÃ, DIA 24 DE JUNHO, APARECE NOVO POST.
    CONTO COM A TUA PRESENÇA.
    OBRIGADO DESDE JÁ.

    ResponderExcluir
  14. Que texto maravilhoso e que fundo musical show!!!!!Gente Humilde é lindo!!!!
    A natureza sofre e está gritando mesmo, e somos culpados de todo esse desequilíbrio!
    Bjus
    seguindo seu blog!
    http://www.elianedelacerda.com

    ResponderExcluir
  15. Olá Marli.
    Obrigado pela presença e comentário.
    Mais do que torce pelo nosso país. O vídeo foi uma forma de reconhecer o empenho dos alunos e a dedicação da professora por fazer algo diferentes por eles.
    Lindo texto.
    Minha terra natal sofreu muito com essa revolta da natureza.
    Ela esta apenas respondendo.
    Um abraço.
    Paz e Luz

    ResponderExcluir
  16. Boa noite, Marli. Infelizmente essas tragédias, em maior ou menor proporção, acontecem em vários estados do Brasil e não é de hoje.
    No Rio de Janeiro tragédias repetidas ocorrem e entra governo e sai governo e nada acontece.
    São paliativos que o povo recebe para poder reconstruir suas vidas com um mínimo de dignidade humana.
    O que se vê, realmente, é a solidariedade como você bem disse, do povo.
    A Natureza está totalmente descontrolada, é fato. Para isso, o homem contribuiu e muito.
    Que Deus tenha misericórdia do Planeta.
    Tudo de bom e beijos na alma.
    Linda semana.

    http://refugio-origens.blogspot.com.br/2014/06/amplidao-do-pensamento-by-patricia-pinna.html (blog onde colaboro todos os dias 09 e 23 de cada mês).


    http://redescobrindoaalma.blogspot.com.br/(blog pessoal)

    http://carinhosemselosdosamigos.blogspot.com.br/ (blog pessoal)

    ResponderExcluir
  17. Infelizmente isto é uma realidade de muitas regiões do Brasil.
    Não sei o que dizer.

    ResponderExcluir
  18. O Naco de prosa está fazendo parte da festa de aniversário do Histórias, estórias e outras polêmicas confira lá

    ResponderExcluir
  19. a natureza está certamente a cumprir seus desígnios e o que importa em um caso deste é saber como autoridades de nosso Brasil patinante estão se comportando diante disso...
    fique em paz amiga!!!

    ResponderExcluir
  20. Lamentando, Marli, tanta angústia e sofrimento; e torcendo muito por vocês, amiga. Que tudo acabe bem, com a proteção de Deus! Fique bem,amiga.

    ResponderExcluir
  21. Muito bom tudo o que você escreveu. Que triste para esse povo. Agora é "bola pra frente" e recomeçar.

    ResponderExcluir
  22. Minha amiga, desta vez é para te convidar para participar de uma tag.
    Mas fica a vontade para aceitar ou ñ ok?
    Depois retorno para falar de sua postagem
    Bjssss

    ResponderExcluir

Criticar ou não criticar?

Às vezes o que precisamos é apenas um filme que nos traga algo de bom. E esses dias eu estava a procura de algo bom, delicado e encontrei...