18 de mai de 2017

A existência de Deus

Antoine de Saint-Exupéry, notável escritor que se notabilizou pela sua grande paixão à aviação, sendo destacado para fazer a linha comercial do Correio Aéreo francês. Para Exupéry, tudo que se relacionava ao conceito de religião e divindade era de importância secundária.
Em um de seus voos, em companhia de seu mecânico de bordo, no deserto do Saara, o avião sofreu uma pane e caiu. A primeira noite foi aterrorizante, pois a temperatura no deserto, à noite é baixíssima,ao contrário, durante o dia, o calor é escaldante.
Quando amanheceu, Exupéry já estava conformado à espera da morte, porque não havia possibilidade de vida onde estavam.
De repente, ele viu passar correndo, nas dunas, um pequeno rato do deserto, logo pensou se há um animalzinho aqui, deve haver água e consequentemente vida.

Andou por muito tempo atrás do bichinho, e o encontrou em uma duna fixa, de um lado havia muita umidade e muitos gravetos, lugar e clima propicio para uma colônia de caracóis, junto à uma  comunidade de ratinhos. Exupéry permaneceu ali, o dia todo, e percebeu que os ratinhos se alimentavam dos caracóis velhos, deixando os jovens vivos, com isso, a alimentação não acabaria e assim a vida teria continuidade, no deserto do Saara.
O jovem gritou de alegria – Deus existe! Ao sair correndo avistou seu mecânico acenando com sua camisa, e disse a Exupéry que teve o instinto de girar a hélice e ao fazê-lo, o avião funcionou, disse o mecânico: - Parece um milagre. Chegaram a Dacar, são e salvos.
Deus existe! Basta olharmos para alguns animais ou bichinhos, seus instintos eles vão nos responder sim, Deus existe.
Qual foi o engenheiro que ensinou ao João de barro a construir sua casa de maneira que as intempéries não matem os seus filhotes?
Qual foi o farmacêutico que passou ensinamentos ao cão sobre as ervas para a cura de suas indisposições?
Qual arquiteto estabeleceu as linhas mestras aos pássaros para entrelaçarem seus ninhos com segurança?
Quem ministrou aulas de paciência à pantera para ter êxito em suas caças?
Qual maestro deu aulas de técnica vocal às aves?
Quem informou às tartarugas que nascem nas areias escaldantes, a procurarem se salvar nas águas do mar?
Qual aviador deu lições ao condor, à águia a planar, envergar as asas e fazer voos rasantes?
Deus que tudo faz. Deus que tudo provê!
Fotos: Google

14 comentários:

  1. Que lindo, doce, terno e cheio de poesia a cada parágrafo! bjs, chica, lindo fds!

    ResponderExcluir
  2. Belíssimo texto!! Adorei


    Beijinhos e bom fim de semana

    ResponderExcluir
  3. Maravilhoso Marli!
    Deus está em todos os lugares.
    Adorei ler.
    Bjs,obrigada pela visita e um ótimo final de semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  4. Lindo, amei te ler amiga Marli, nem deveríamos nos preocuparmos tanto,confiar e seguir, a Vida sempre nos mostra caminhos, o Dono da Vida é Deus!
    Abraços linda amiga!

    ResponderExcluir
  5. Um texto com uma reflexão interessante que nos faz pensar.
    Bom fim de semana, amiga Marli.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  6. Olá, querida Marli!

    Textos, sempre, muito interessantes por aqui.
    Eu já sabia dessa história de Exupéry, mas todos os Homens, que acreditam na Ciência e ela tudo explica, desacreditam em Deus. Um dia, as" agulhas" se acertam.

    Beijinhos e bom domingo!

    ResponderExcluir
  7. Querida Marli, um texto para refletir muito, lindo, esperançoso, terno. Desconhecia parte dessa história, me fixei apenas nos seus famosos livros. Gostei também do seu texto próprio.
    Beijo, querida amiga.
    Gostei da 'roupinha nova' do blog, a leitura ficou ótima, a cor preta é um pouco difícil para leitura...

    ResponderExcluir
  8. Querida Amiga.
    Tenho estado ausente por tantos motivos ,
    mas me sinto tão feliz em poder fazer
    essa visita nesse começo de noite de Domingo.
    Lá vem nova segunda com ela a esperança
    de uma semana de alegria saúde e paz.
    As saudades sempre machuca é tudo que sinto
    a cada dia de ausência .
    Uma semana de infinita paz.
    Beijos no coração.
    Evanir...
    **
    Sorrir para curar a dor,
    sorrir para sentir calor,
    assim aos pés do redentor,
    disfarce em cada saudade,
    faça do sorriso forma de amor
    e esse amor vai trasnformar-te.
    Poesias Scarlat.
    Beijos e minhas saudades.

    ResponderExcluir
  9. Sem a menor dúvida, Marli; e isto é algo que devemos ter presente todos os dias: Deus existe! Belo post, boa semana.

    ResponderExcluir
  10. Bom dia, colega Marli!
    Que lindas palavras, texto fabuloso. Parabéns! :)
    Ei, moça!
    Sei que há tempos não apareço por aqui mas em minha mais nova postagem, estou explicando o motivo.
    Dê uma passadinha lá em "GAM Dolls (2)" e confira!
    Ficarei feliz com sua visitinha e comentário, sempre tão gentis.
    Tenha uma linda terça.
    Abração pra você! :)

    ResponderExcluir

  11. Gostei da sua crônica, que nos leva à reflexão sobre o tema central, a existência de Deus, escrevendo-o com essa narrativa que envolveu -Exupéry, autor de algumas belas obras de ficção de do seu famoso "O Pequeno Príncipe".Muito bom.
    O meu abraço, Marli.

    ResponderExcluir
  12. Uma história maravilhosa!
    Uma boa semana.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Esta história, que não conhecia, apesar de ter muito presente a obra deste autor, assim como as tuas reflexões, provam a existência do divino.
    Soube-me muito bem esta partilha.
    Bjinho, Marli

    ResponderExcluir

A robotização da massa

Vejo pessoas  robotizadas  pelas ruas, cabeças baixas, dedos deslizando sobre pequenas telas pretas. Ando pelas calçadas com as mãos nos ...