1 de set de 2011

Fernando Pessoa

Não se acostume com o que não o faz feliz, revolte-se quando julgar necessário.
Alague seu coração de esperanças, mas não deixe que ele se afogue nelas.
Se achar que precisa voltar, volte!
Se perceber que precisa seguir, siga!
Se estiver tudo errado, comece novamente.
Se estiver tudo certo, continue.
Se sentir saudades, mate-a.
Se perder um amor, não se perca!
Se o achar, segure-o!


4 comentários:

  1. Para mim um grande FILÓSOFO e com algo a mais do que os filósofos em si - era POETA!
    beijinhos, Marli

    ResponderExcluir
  2. Marli,
    A insistência em buscar a felicidade, também é super válida! Como discordar de Fernando Pessoa, esse gênio? Bjkas e um a linda semana!

    ResponderExcluir
  3. Nossa, lindoooooo. Eu amo o Fernando Pessoa e esse poema é um dos meus prediletos!

    Bjo, amiga, bela postagem.

    ResponderExcluir
  4. Malu,Lena e Sueli obrigada por suas amáveis e ricas presenças em meu espaço.Seus comentários são extremamente importantes para que eu possa seguir com as postagens.Um grande abraço!

    ResponderExcluir

O Voar do Tempo

Bola de gude, amarelinha, bets, pega-pega, brincadeiras que fizeram parte da infância de inúmeras gerações e, hoje soam como lendas para ...