10 de set de 2013

Dica de filme: Cleópatra ( 1963 )


O filme narra a ascenção e a queda da Rainha do Egito.

Há várias versões, várias atrizes, mas nenhuma se iguala ao filme produzido em 1963, e tendo como protagonista Elizabeth Taylor.

 

 

Assídua das histórias do antigo Egito, como muitos, li vários livros e assisti a inúmeros documentários e filmes sobre esta figura  ímpar, mas a emoção causada pela interpretação de Elizabeth é única, vale cada minuto das quase 2 horas e 40 desta gigantesca obra cinematrográfica, na verdade, o que deixou esta obra tão grandiosa foi Elizabeth.


Não apenas pela sua beleza arrebatadora e natural, mas pela sua interpretação “no ponto” certo.

Aos historiadores de plantão informamos que esta obra é fictícia, mas que não destrói a magnitude que foi Cleópatra.

 

 

 





Curiosidades: 

* Cleópatra é considerado o segundo filme mais caro do mundo, perdendo apenas para Avatar, de James Cameron. Planejado para custar 2 milhões de dólares, em 1962, sua produção custou 44 milhões de dólares ( em valores da época ). Segundo valores atualizados em 2005, o filme custou 286,4 milhões de dólares. Com o relativo fracasso comercial, quase levou à falência a produtora 20th Century Fox, que produziu e financiou o filme.
* Por sua participação no filme, Elizabeth foi a primeira atriz de Hollywood a receber um milhão de dólares pela atuação em um filme. Até então o recorde era da atriz Audrey Hepburn, que recebeu um salário de 750 mil dólares pelo filme Bonequinha de Luxo.
* Logo no início das filmagens Elizabeth adoeceu e, como praticamente todas as cenas necessitavam de sua presença, a produção foi paralisada por aproximadamente seis meses até que ela se recuperasse.
* Durante as filmagens Elizabeth trocou de figurino sessenta e cinco vezes, foi um recorde na época, batido apenas em 1996, por Madonna no filme Evita, foram oitenta e cinco trocas de figurino.
* Cleópatra foi a quinta refilmagem da história romanceada da rainha do Egito ( as três primeiras no cinema mudo, a quarta em 1934 com Claudette Colbert ), houve também uma versão com a atriz Vivien Leigh, em 1945.
* Foi durante as filmagens de Cleópatra que Elizabeth Taylor e Richard Burton se apaixonaram e começaram um casamento que duraria mais de uma década.
 

Fonte: Google
 
 

14 comentários:

  1. Gasparzinho10/9/13 21:35

    Merecida homenagem, merecido espaço. Este filme foi um marco para o cinema e para a vida de Elisabeth, sem dúvida. Uma linda mulher, uma excelente atriz, deixou saudades. Deixou um espaço que jamais será preenchido nas telonas. Uma ótima dica, vale a pena ter em nossa dvd teca.
    Abraços do amiguinho camarada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gasparzinho,realmente é um filme que além de termos em nossa coleção devemos assisti-lo várias vezes,pois sempre fazemos uma nova leitura.E a atriz,Elizabeth Taylor continua sendo um ícone do cinema.Fico feliz por ter gostado da postagem. Grande abraço!

      Excluir
  2. Limerique

    Na verdade um filme inaudito
    Bem interpretado e bem escrito
    Elizabeth consagrada
    Enlouqueceu a moçada
    Se tornou ela a rainha do Egito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jair,obrigada pela visita e comentário.Sua resposta bem escolhida já nos deixa um recado pelos versos que combina. Grande abraço!

      Excluir
  3. Querida amiga Marli
    Você me fez descobrir que nada na vida é mais importante do que uma amizade sincera e verdadeira. Os amores passam e os amigos ficam. Agradeço-lhe o carinho deixado em minha página enquanto estive ausente em viagem ao Rio de Janeiro. Você é uma pessoa única pois já nasceu especial. Adoro a sua amizade.
    Beijos recheados de saudade e muito carinho.
    Gracita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gracita, que belas palavras,me deixaram um ar de leveza, gostei muito. Tem razão, os amigos são únicos e nos fazem um bem enorme. Sinto-me feliz com nossa amizade. Grande beijo em seu coração.

      Excluir
  4. Bom dia
    Gostei de ler...
    Beijo


    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cidália, que bom que gostou, pois fico feliz em saber que o texto agradou. Obrigada e volte sempre. Grande abraço!

      Excluir
  5. oi Marli,

    eu adoro esse filme...
    belíssima dica...

    beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rô, amadinha que bom ver você aqui.Realmente é um belíssimo filme, com atores maravilhosos que fazem bem aos nossos olhos. Beijo grande!

      Excluir
  6. Olá!!!, Deus te abençoe, amiga esse filme é belíssimo, o seu blog é maravilhoso continue assim, S-U-C-E-S-S-O
    Já estou te seguindo, aguardo a retribuição.
    Canal de youtube: http://www.youtube.com/NekitaReis
    Fanpage: https://www.facebook.com/pages/Batom-Vermelho/490453494347852?ref=ts&fref=ts
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Nequéren, obrigada pela visita e comentário. Fico feliz por ter gostado da postagem. Volte sempre, e com certeza irei visitar seu espaço. Grande abraço!

      Excluir
  7. Ola Marli,
    Adorei as informações que eu
    não sabia. Engraçado já vi Cleópatra mas não
    com a Diva Elisabeth Taylor (ela é linda demais)!
    Vou ver se consegui seguir suqa sugestão e ver esse de 1963.
    Adorei sua visitinha, seja bem vinda sempre.

    Boa noite
    beijos

    ResponderExcluir
  8. rsss, estava pensando em qualquer dia postar sobre Cleópatra! Olha, querida Marli, a história é divina, curiosa e outras coisas mais. Mas Cleópatra só existe uma: Elizabeth Taylor!! Pra mim o rosto mais lindo que já vi. Não tem outro. Portanto a feiosa e verdadeira Cleópatra não tem vez... (que horror o que estou dizendo...rsss)
    Claro, eu também postaria essa foto! Mas conheço a verdadeira, numa moeda da época, como foi mais ou menos. Nariguda.
    Adoro essas curiosidades.

    Beijos, amiga!

    ResponderExcluir

O Voar do Tempo

Bola de gude, amarelinha, bets, pega-pega, brincadeiras que fizeram parte da infância de inúmeras gerações e, hoje soam como lendas para ...