2 de jul de 2017

Se eu puder falar...

Quero um dia poder sentar ao lado de uma criança, da mais tenra idade e conversar com ela,
contar como a vida vai lhe pregar peças, mas tudo será para o seu aprendizado, também
contar a ela que sim, muitas vezes ela irá chorar escondido, contar uma mentira ou outra, precisar engolir o orgulho e aprender a se perdoar.
Dizer-lhe que o mundo gira e, ele não pára cada vez que um problema vier a afligir seus dias.
Que as horas já não passam mais, elas voam! E que ela deve aproveitar cada segundo para viver. 

Que ela sentirá uma vontade enorme de ir embora de casa, ficar longe da família, dos pais
Que ela começará a se incomodar em beijar a mãe ou o pai quando for deixada na porta da escola, mas, um dia, quando os anos passarem, o que ela mais vai querer é voltar para casa deles, para abraçá-los e beijá-los.
Que não há nada mais saboroso que a comida da avó, e nem colo mais aconchegante que o dela.
Que ela pode, e deve cometer erros, mas nunca os mesmos!
Que a gente só aprende na dor, no sofrimento, e amadurece e se torna mais forte.
Que a felicidade é passageira e a dor também!
Que homem chora sim, e mulher aguenta o tranco.
Que a vida é mais perfumada quando percebemos os detalhes simples.
Que todas as estações do ano têm seu encanto mesmo que ela deteste calor ou frio, porque
 a natureza faz parte da gente e nunca deve ser destruída, mas sim, cultivada, amparada e admirada.
Que o sorriso de uma criança colore nosso dia,
Que um abraço apertado cura muitas dores, e
que um aperto de mão acalenta o coração,
que troca de olhares, ainda são importantes, mesmo que cada vez mais raros,
diria a ela para nunca perder a centelha de esperança que nasceu com ela, e
que tudo tem seu tempo certo, então não adianta se aborrecer se algo não sair como planejado naquele momento.
Que há um ser maior que tudo que podemos  imaginar, e que ele nos ama exatamente como somos.
Que vale a pena ser bom, mesmo que o mundo, às vezes, nos mostre o contrário.
Que roubar um beijo, fazer uma declaração de amor ou dançar apenas uma música com alguém, pode tornar essa pessoa a sua pessoa especial para toda vida, portanto: arrisque-se mais!
Que no final do dia, sempre devemos agradecer por tudo estar bem, por mais que isso não seja 100% verdade: palavras positivas atraem resultados positivos.
Que devemos reclamar menos e fazer mais.
Que nunca seremos perfeitos, mas somos perfeitos para alguém e alguém será para nós.
Que os estudos ainda serão o caminho certo a seguir, e
que ela deve sempre respeitar a todas as pessoas, mas principalmente a seus pais.
Que ela vai sofrer por amor, mas vai passar...
Que por mais que o dia esteja cinza, quem o deixa colorido somos nós mesmos.
Que a felicidade está dentro de nós, e o sorriso é gratuito e deve ser dado mais vezes.
Que é permitido fugir da dieta, dançar na chuva, andar descalço e sentir a grama sob os pés, mesmo que você já tenha passado dos cinquenta.
Que a vida é um constante recomeço, todos os dias, e nunca será igual, pois
 o passado não volta, e as pessoas que se foram, ficam na lembrança.
Que não haja mágoas, nem ressentimentos, porque ressentir-se é lembrar da mágoa novamente, e que perdão ajuda muito.
Por isso, seja especial na vida de cada um que você encontrar pelo caminho, pois serão as lembranças que elas levarão de você, e não o quanto de riqueza material você deixou.
Imagens Google

8 comentários:

  1. Que texto bonito, querida Marli! Principalmente no começo, tantas verdades ditas, a vontade de sair, de não ver mais família e após anos de experiência, já amadurecendo e sentindo o real valor das coisas, de tanto bater a cabeça, voltar para o ninho e conviver com essa mesma família, com a sua família! Com seus pais. Vi muito esse tipo de atitude. Pena que leva tanto tempo para essa conscientização!
    Belo texto, amiga!
    Uma ótima semana pra você!

    ResponderExcluir
  2. Maravilhoso texto!
    Para ler, reler e reflectir


    Beijo e uma excelente semana.

    ResponderExcluir
  3. Maravilhoso texto Marli!
    Amar principalmente aos nossos pais hoje enquanto ainda estão entre nós,pois amanhã já será tarde e ficarão apenas saudades.
    Bjs e uma ótima semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  4. Show de texto e as verdades da vida!Adorei! bjs, tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  5. São os altos e baixos da vida que ensinarão o caminho a ser trilhado.

    Abraços,

    Furtado

    ResponderExcluir
  6. Bom dia, Marli.
    Você falou ao meu coração diretamente com palavras certeiras e muito verdadeiras.
    Eu me senti a criança,eu me vi sentada numa pedra na grama ouvindo atentamente seus ensinamentos.
    Um show de emoção para todas as idades.
    Bem profundo.
    Parabéns.
    Beijos na alma.

    ResponderExcluir
  7. Oi Marli
    Um texto profundo e impactante com verdades sobre a vida, seus altos e baixos. A vida bordada na sua essência em cada fase onde as lições se sucedem para cada um. Emocionante este relato esplendidamente delineado
    Beijos no coração minha amiga

    ResponderExcluir
  8. Olá Marli.
    Gostei muitíssimo dessa sua crônica, nessa fala com a criança, na qual tem tantas histórias e experiências para contar. E quanta coisa para alertar essa criança, sobre os tantos obstáculos que terá na sua caminhada. Uma bela e inspirada crônica, minha amiga Marli.
    Um abraço.
    Pedro

    ResponderExcluir

Sejamos o milagre

Costumo dizer que nunca um filme é 100% perdido, mesmo aqueles que não caem em nosso gosto artístico por completo. Sempre há possibilidad...