3 de dez de 2017

Sejamos o milagre


Costumo dizer que nunca um filme é 100% perdido, mesmo aqueles que não caem em nosso gosto artístico por completo. Sempre há possibilidade de aprendermos um pouco mais com as reflexões, e com a possibilidade de acontecer a catarse, em nossa vida. No filme “Todo Poderoso”, o personagem de Jim Carrey, Bruce, é um jornalista, tem um bom emprego na TV, e uma bela namorada. Num acesso de fúria ele começa a xingar e questionar Deus no seu modo de fazer tudo funcionar, o que faz com que ele próprio (Morgan Freeman) resolva descer à Terra como um homem comum, e lhe entregar o poder de comandar o planeta, da forma como desejar durante um dia. É quando Bruce percebe o quão difícil é ser Deus e tomar conta de tudo o que ocorre no planeta. Bruce questiona Deus, e lhe pede provas de Sua existência, e ele é atendido. Mesmo com tantos sinais, Deus se fez presente. A nossa vida é assim, Deus nos dá sinais o tempo todo, sejam eles visíveis ou não.  Um dos momentos que me fez refletir, foi um diálogo simples e sincero entre os personagens. Confesso que me vi ali, por alguns momentos. Passamos a vida tentando agradar a terceiros, e nos esquecemos de nós mesmos, do que nós realmente queremos, do que nos faz feliz. Anulamos nossas vontades e sonhos, e quando nos vemos sem esperanças ou anseios, recorremos a forças espirituais, exigindo que tudo se resolva em segundos, e que haja um milagre. Nas palavras do padre Fábio de Melo, “continuo amando e acreditando em Deus, mesmo quando os “milagres” que imploro não acontecem, pois, os milagres que imploro e os pedidos que faço se baseiam em minha vontade e Deus não está aqui para me dar o que desejo. Deus está aqui para me dar o que preciso.” E até este momento, não conseguimos perceber o quanto somos capazes, que dentro de nós há uma força que espera para sair e nos libertar, nos revelar o dom e o poder que possuímos. Todos temos esta força, ela é nata. E quase sempre nos esquecemos, seja por cansaço seja por comodismo.
No filme, a espera é por um milagre, mas às vezes, nem sabemos o que é um milagre ou nem sabemos o que queremos. Denominamos algo corriqueiro, um simples acontecimento como um verdadeiro milagre, porém a diferença é grande, como Morgan Freeman falou no filme, sobre a distribuição de sopa, a qual não foi um milagre, e nunca será, porém, uma mãe solteira que trabalha em dois turnos, e ainda encontra tempo para levar o filho ao jogo de futebol, é um milagre.
Um pai que mantém sua família com um salário, é um milagre.
Um adolescente que diz “Não” às drogas e sim, à Educação, é um milagre. E assim há muitos exemplos que são transformadores.
Não vamos esperar por um milagre.

Sejamos o milagre!
Foto: Google

17 comentários:

  1. Tão bom ler tua palavras e sempre temos que ver pelo menos um lado bom em tudo... No caso do filme, aqui bem explicado. Gostei e sejamos esse milagre! Faz bem! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Bom dia. Deus é vida, é amor
    .
    Deixo cumprimentos poéticos.
    .

    ResponderExcluir
  3. Fantástico, maravilhoso texto!

    Beijo e uma excelente semana

    ResponderExcluir
  4. OI MARLI!
    TEU TEXTO É RESTAURADOR, POIS NOS DÁ CONTA QUE MILAGRES ACONTECEM TODOS OS DIAS BEM A NOSSA FRENTE.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Vivamos e da vida tiremos o sumo que é poesia.
    bj

    ResponderExcluir
  6. Boa tarde Marli e concordo com suas palavras que hoje para manter uma família ganhando em salário mínimo,é realmente um milagre.
    Bjs e obrigada pela visita.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  7. Uma ótima reflexão, temos a mania de culpar os outros por tudo que não dá certo.
    E Deus entra muito nessa história de culpa e lamentações nossas.
    As coisas só vão acontecer se forem o melhor para nós. E quem disse que sabemos o melhor?
    Nossa visão é limitada e imediatista.
    Somos o milagre, e somos responsáveis por nossas atitudes e tudo que emanamos ao universo.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  8. Beleza de texto, é verdade, o que parece demais para os dias atuais, parece milagre! E entendemos não como milagre mas como algo que ultrapassou a nossa expectativa!
    Beijo, querida Marli, ótimo!

    ResponderExcluir
  9. Olá, querida Teresinha!

    Seu texto dá pano pra mangas, como aqui se diz, e minhas mãos, hoje, estão bastante cansadas de tanto escrever, mas vou tentar ser sucinta (rs). Será que consigo?

    Como você já percebeu, eu leio o post todinho, e por vezes, até mais que uma vez, mas no teu caso, e como escreves tão bem e tão lucidamente, nem necessito fazer isso. És uma excelente escritora de prosa e já me tenho interrogado qual o motivo de escreveres textos longos e mto interessantes em teu blog, e qdo deixas comentários, és sucinta, mas na mouche. Dá pra entender o que eu falei? Não é uma crítica, é uma constatação.

    Voltando ao seu post. Não conheço o filme, mas você já fez a síntese dele, que entendi, julgo, perfeitamente. Se qualquer um de nós fosse deus, teríamos mto trabalho, pois, se já é difícil governar e atender todos lá de casa, imagina os do mundo inteiro. Nunca ninguém está satisfeito com o que tem. Somos imperfeitos, por natureza.

    Pegando na frase do Padre Fábio de Melo, pergunto se uma criança, de 5/6 anos, merece ter câncer ou qualquer outra doença grave. Ela pede brinquedos, roupinhas, enfim, coisas próprias para a sua idade, mas deus lhe deu aquilo que ela precisava: um câncer. Não é deus k dá? Então, quem dá? Satanás? Vidas passadas, encarnações e reencarnações? Que deus de amor é esse? No Antigo Testamento (será a bíblia um livro real, sagrado?)deus cometeu algumas barbaridades, que as igrejas têm aceite.
    Bem sabemos, que por detrás das igrejas, há homens, que se deixam corromper, facilmente, mas pedem dinheiro aos pobres crentes e com esse dinheiro os pastores têm mansões fabulosas e riquezas diversas. O Vaticano é o estado mais rico do mundo. É tempo de acordar!

    Acredito em milagres feitos por nós, física e psicologicamente falando. Noutros feitos por deuses, divindades, nem um pouco.

    Beijos, um mega abraço e um excelente feriado aí e aqui, também.

    ResponderExcluir
  10. Oi, Teresinha!

    Sei que foi feriado na Bahia, hoje, mas eu pensei que fosse no Brasil inteiro. Desculpa meu desconhecimento.

    Beijos e bom final de semana.

    ResponderExcluir
  11. Cara amiga Marli, realmente, há filmes, livros e até músicas que fazem refletir. Acho que quando a arte, mais que entreter, nos convida a boa reflexão, cumpre, consciente ou inconsciente, um papel muito importante. Também creio que sempre recebemos aquilo de que precisamos para a nossa necessária evolução.
    Um abração. Tenhas uma linda semana.

    ResponderExcluir
  12. Nem sempre conseguimos dar valor ao que o tem. Também nos enganamos, não somos seres perfeitos.
    .
    Hoje
    Límpidas Gotas de Amor em execução de Carência
    .
    Deixando um abraço poético.
    Votos de uma terça feiura muito feliz. Bom dia-
    .

    ResponderExcluir
  13. Amiga, tenho pedido tanto a Deus, seus anjos e seus santos ultimamente que estava precisando ler isso que escreveu. exatamente o que escrevestes. Que jesus me perdoe pela insistência do pedido, sou humana tenho certeza que Ele me entende. Abraços, fica na paz.

    ResponderExcluir
  14. Olá, querida Teresinha!

    Foi muito bom receber você e suas palavras. Muito obrigada!

    Eu escrevo imenso, por profissão, por amor, por pretexto, por, por...(rs) e não deveria pois há dois anos, fui operada à mão direita por dedo em nexo, frequentemente, e por Contratura de Dupuytren, doenças consideradas profissionais. Agora estou bem da mão direita, caso não abuse dela, mas a esquerda já vem mostrando os mesmos sintomas. Aguardemos!

    Espero não ter sido deselegante e incorreta com você, qdo falei do seu poder de síntese. Sei que há comentaristas que escrevem: adorei e até leram e gostaram do poast, mas, sinceramente, eu fico como se estivesse num deserto com muita sede e me dessem uma gota de água a beber.
    Eu sou mto direta e sincera, e por vezes, isso me traz amargos de boca. Aconteu há dias com um(a) blogueiro(a), mas a minha intenção é sempre a melhor.

    Você pode deixar em meu blog todos os comentários que pretender, qdo pretender e do tamanho que pretender, mas eu gosto mto de palavras, bem posicionadas, melhor dizendo, nós gostamos muito de palavras.

    Você é uma excelente escritora e calculei que participasse em eventos literários e culturais. Tanto talento não pode ficar escondido, nem calado. Eu, vez ou outra, sou "assediada" por editoras, comunidades literárias, mas meu tempo é escasso.

    Um big beijo e uma excelente noite. Aqui, chove torrencialmente e são 22:20.

    ResponderExcluir
  15. Concordo com vc, amiga linda!
    Não devemo culpar ninguém pelo que não deu certo em nosa vida,
    mas podemos mudar sempre..
    Boas reflexões e mudanças em 2018!
    http://www.elianedelacerda.com

    ResponderExcluir

Empatia

  Empatia é a habilidade mais importante que devemos praticar. A palavra empatia se originou da fusão de duas palavras gregas, com seu...