8 de mai de 2018

Deficiência Eficiente

Gabriel Metzler, foi meu aluno na adolescência


    Nosso mundo tem bilhões de pessoas e todas são diferentes, pois sabemos que somos seres vivos únicos, uma ave, uma flor, uma pessoa, cada ser vivo é único com suas peculiaridades, mesmo deficiente, ainda é um ser único.
     Juntando aos bilhões de criaturas no mundo, estão aqueles que nascem com alguma deficiência, e que dependem de sua família para viver, não sabemos como mensurar o grau de aceitabilidade em relação a nascer com deficiência ou ficar deficiente em certa altura da vida, devemos portanto termos a consciência de que deficiências graves e insuperáveis são a moral e espiritual,infelizmente para esses casos, não há solução ou superação.
     A história de Nick Vujicic, nos mostra literalmente que não temos problemas, ele nasceu sem as pernas e sem os braços. Afirmar que ele superou totalmente, não há como, pois, Nick quando tomou consciência de que não tinha bracinhos nem perninhas, sofreu, quantas noites seu travesseiro deve ter ficado ensopado de lágrimas do medo que sentiu, de sua incapacidade de sua desesperança. Tinha consciência de tudo porque não era deficiente mental.
    Aprendeu a escrever, mas foi proibido por lei estadual de assistir às aulas em uma escola regular. Estava muito deprimido, sofreu bullying e aos nove anos começou a pensar em suicídio, porém Deus não o abandonou, e houve a mudança através de um artigo de jornal, onde registrava a história de um homem que vivia com grande e grave deficiência, o que o levou a refletir, que ele não era o único a ter problemas.
    Hoje, Nickolas James Vujicic, é um pregador, palestrante motivacional e diretor de uma organização cristã sem fins lucrativos.
     Suas palestras são sobre a questão da deficiência e da esperança.
     Há centenas de exemplos sobre superação, outro exemplo de vida e superação quem nos dá é Gabriel, que aos quinze anos, em consequência de explosivos perdeu totalmente a visão do olho direito e parcial do esquerdo, anos depois acabou perdendo a visão da vista esquerda.
     Gabriel com muita determinação e coragem, seguiu sua vida, é claro que com dificuldade, e a cada dia seus “olhos” enxergavam mais e mais. Estudou, e hoje é engenheiro civil, MBA Internacional na Fundação Getúlio Vargas e The George Washington University (Washington, EUA) e curso em Harvard.
    E assim, ele seguiu em frente, já com passos largos, pois a falta de visão não o deixou abatido sobre uma cama, foi à luta, usando as palavras de Nick Vujicic:” A distância entre o sonho e a conquista , chama-se atitude”, podemos observar que Gabriel teve atitude, e foi por sua força e  garra, porque se ele não as tivesse, de nada adiantaria que os pais o incentivassem à batalha, e após reavaliar a importância da vida, Gabriel, juntamente com pessoas que comungam o mesmo sentimento, criaram o GAV – Grupo Alerta Vida. O GAV recebeu muitos prêmios, vale ressaltar que em 2000, foi premiado pela UNESCO.
     Ele foi para as mídias, possui um canal no YouTube com vários seguidores faz postagens semanais de vídeos, as visualizações crescem a cada minuto, o que nos mostra que são de grande valia para todos que querem “ver” além de “enxergar”, ou como dizia Saint Exupéry, “Só se vê bem com os olhos do coração”. Voltando às mídias, em uma postagem intitulada "Seja meus Olhos”, que foi compartilhada por Ricardo Amorim, o número de visualizações chegou a mais de cinquenta mil, significa que Gabriel está fazendo a diferença na vida de muitas pessoas. Paralelo a isso, ministra palestras em empresas, escolas, instituições, enfim para todos que querem obter um novo olhar sobre o Universo.
     Existem pessoas ousadas, mas Gabriel foi além, sempre com o objetivo de somar, escreveu e lançou um livro, cujo título é "Um Novo Olhar Para a Vida", afirmo que o conteúdo da obra, nos faz refletir sobre como vivemos, o que deixamos escapar pelo vão dos dedos, sem nos darmos conta de que tudo é efêmero.
    Hoje se destaca, como autor brasileiro pelo conteúdo de sua obra, que   é certamente composta por pensamentos fortes, que transformam os seus leitores. Segundo o filósofo Paul Valéry:” A felicidade tem os olhos fechados.”
Gabriel Metzler é feliz, pois seus olhos refletem a superação em sua alma.

12 comentários:

  1. Um texto muito rico para reflectir!!


    Beijos e um excelente dia.

    ResponderExcluir
  2. Linda história e exemplo de vida! Há os que fiquem eficientes mesmo na deficiência e há os que com uma unha quebrada nada são capazes de fazer...bjs, chica

    ResponderExcluir
  3. O mundo precisa se espelhar nessas pessoas que demonstram grande otimismo, perseverança e capacidade de superação
    Muitas vezes a deficiência está na alma envolta em inércia e que precisa com urgência ser habilitada para um novo projeto de vida e só assim será um vencedor.
    Beijos e um feliz dia, Marli

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde. Visitando, vendo, lendo e elogiando as suas publicações. Gostei do tema.

    * Ouvindo o silêncio dos Areais. *
    .
    Abraço Poético.

    ResponderExcluir
  5. Boa tarde, seu texto é excelente, diz-nos que todas as pessoas que nascem são importantes para o desenvolvimento, concordo em absoluto.
    Bom fim de semana,
    AG

    ResponderExcluir
  6. Todos nascemos com uma tarefa a cumprir. É necessário que ninguém seja impedido de o fazer. Um texto para reflexão.
    Uma boa semana.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Olá, querida Marli!

    Grata por sua visita e tão carinho comentário, que não conseguiu fazer sobre meu poema, pke a canção de Adamo a deixou "nas nuvens" - rs. É motivo pra isso e mto mais. Não escolhi a canção, por acaso. Tudo foi milimetricamente estudado. Eu era uma menina, qdo ele estava no auge da sua carreira, mas eu adorava a sua voz rouca e seus temas, e tal como você sonhava e delirava.

    Passando ao seu post, que, como sempre, é mega completo e interessante.

    A deficiência, excetuando a mental, não pode fazer com k o deficiente meta a cabeça na areia como a avestruz. É preciso pensar, equacionar e depois atuar.

    Nascer sem braços, nem pernas, acho triste, mas creio que o Homem arruma sempre um jeito para ser feliz e se sentir bem na sociedade. É a lei da compensação. Ele não pode, nem quer ser visto como um "desgraçadinho", que nada pode executar, mas sim como uma pessoa útil, mto útil mesmo, dentro das suas possibilidades, que são muitas e que surgem a cada dia mais. O cérebro se fez pra pensar e é com ele, que fazem "show" de inteligência, perseverança e dinamismo, ajudando mta gente, k se pensava perdida e alheada.

    Seu aluno, que acabou ficando cego, vê com muitos olhos e tem imensas visões, ao passo k nós só temos as das vistas. O tato se desenvolveu nele, decerto, de modo "exagerado" e tem feito sucesso, onde se mete. Eis a prova de k a deficiência não pode ser vista com negativismo, mas pelo contrário, como sinal de mto sucesso, aceitação e até superioridade em relação à maioria das pessoas sem deficiência.

    Minhas mãos estão razoáveis, mas eu não posso abusar da escrita, mas... por vezes, me entusiasmo e zás, bota, nasce palavra atrás de palavra.

    Beijos e um bom final de semana

    ResponderExcluir
  8. Olá, querida Marli, eu vi em pps e Youtube as palestras de Nick Vujicic, claro que é de emocionar e muito!De chorar! Como pode alguém se superar tanto? É que a cabeça é boa, perfeita!
    Linda tua postagem, é preciso mostrar esse tipo de coisa. Aliás, vou assistir mais palestras dele!
    Amiga... e dizer que tem tanta gente no avesso disso, não? Com tudo na vida, viraram uns monstros sem caráter, e se queixam de tudo...
    Grande beijo!

    ResponderExcluir
  9. Confesso que não conhecia, mas é uma verdadeira inspiração!

    Bjxxx
    Ontem é só Memória | Facebook | Instagram

    ResponderExcluir
  10. Cara amiga Marli, post excelente para reflexão, sobretudo, nestes tempos de desesperanças e incertezas. Um abração. Tenhas uma linda semana.

    ResponderExcluir

Cérebro Reptiliano

      Um professor fez a introdução de sua aula com a apresentação de um vídeo, mostrando aos seus alunos quanto valor nós damos ao dra...