26 de jan de 2011

Momento Saúde: Apneia - A Hora do Pesadelo





Hoje em dia,é cada vez mais incomum termos uma noite de sono tranquila e reparadora, devido ao dia corrido que todos temos.
Muitas vezes 24 horas é muito pouco para repararmos tamanho estrago que o relógio causa em nosso corpo e mente, e tudo pode ficar pior se a pessoa tiver apneia, que, a grosso modo, é a pausa da respiração enquanto dormimos.
Tal distúrbio tem ganho cada vez mais páginas de reportagens em revistas especializadas no setor da saúde, visto que o mesmo traz consequências para várias partes do corpo: problemas neurológicos, cardiológicos, musculares e hormonais.
A apneia causa uma interrupção no sono, que pode acontecer várias vezes durante a mesma noite. E o mais agravante: quem tem, não sabe que tem.
Todas as vezes em que dormimos, entramos em um estado de descanso. Todas as nossas funções vitais ficam em um nível onde permanecem durante a noite inteira. O oxigênio é o ''combustível'' para manter tudo funcionando enquanto descansamos.
Como a apneia não deixa o oxigênio entrar livremente no corpo, as conseqüências são desastrosas, justamente porque a doença não permite que o indivíduo entre no sono R.E.M., período onde descansamos, produzimos hormônios e tiramos energia para o dia a dia.
Em relação ao campo neurológico, a apneia traz falta de atenção durante o dia, sonolência, dificuldades em sair da cama e raciocínio lento. Todas essas são implicações neurológicas muitas vezes podem ser confundidas com depressão.
Na área cardiológica, quando o oxigênio não está abastecendo o organismo o coração tem que trabalhar mais, entrando, muitas vezes, em taquicardia, assim como sem a oxigenação necessária, ocorrem câimbras e até a síndrome das pernas inquietas.
Os hormônios gerados nesse período de sono são: serotonina ( melhora o convívio social ), catecolominas ( ajudam a controlar a pressão arterial ), natriurético ( trabalha na questão urinária ), somotomedina ( controla a variação de peso ), entre outros.
O que os médicos orientam: fique atento a qualquer mudança em seu organismo, mesmo você não sabendo se tem apneia, se o seu corpo não estiver bem e saudável, ele dará sinais, como os expostos acima.
Dormir muito não significa ter um sono de qualidade.
Caso isso ocorra com você, ou alguns desses sintomas, procure um médico, ele fará os exames indicados e apontará seu problema e assim uma resolutividade.
Cuide bem da sua saúde.
Seu corpo e mente agradecem.



Fonte:  Revista Corpore - Por uma vida melhor.

10 comentários:

  1. Eu preciso mesmo de um médico, ja que não durmo bem e acordo diversas vezes na mesma noite!E não imaginava quantos problemas do sono existem!

    ResponderExcluir
  2. Dayane,realmente nosso corpo sempre nos avisa quando algo está errado e,o sono é reparador para todos os órgãos de nosso corpo.Por isso, precisamos estar alertas a todos os sinais que ele nos transmite.Obrigada pela visita e comentário.Um grande beijo!

    ResponderExcluir
  3. Mantenha a amizade de seus amigos. Saiba retribuir com gratidão os benefícios que recebe. Não seja ingrata!
    Se de alguém recebeu benefícios, não o esqueça, não o expulse da roda de sua amizade. Não fira seus amigos, não magoe aqueles que muitas vezes se sacrificaram, para dar-lhe momentos de alegria. Não negue seu carinho àqueles que se desvelaram para proporcionar-lhe felicidade.


    Viver é dificil, porem com um pouco de esforço todos conseguiremos trazer bem estar a nós e ao outro....

    Beijos Minha amiga e Sucesso deste que te admira

    Alexandre Yamazaki
    Filósofo e Psicanalista

    ResponderExcluir
  4. Alexandre,quanta filosofia de vida,e da boa.Realmente,precisamos olhar com mais atenção a tudo e a todos que nos rodeiam,o perdão é o remédio mais eficaz,digo com autoridade,pois sei o que é dar e receber o perdão.Tenho feito o melhor que posso para que minha vida seja plena e dê plenitude aos que me rodeiam.Meu amigo,foi ótimo seu comentário,pois é dr.no assunto.Um grande beijo!

    ResponderExcluir
  5. Olá Marli tudo bem?

    Estive afastado das atividades do blog por motivos de força maior, mas não poderia deixar de passar aqui para agradecer por seu carinho, visita e comentário. Acredite, são essas atitudes dos amigos que me dão forças para continuar por aqui. bjs saúde e paz!

    ResponderExcluir
  6. Valter,que bom que fiz diferença em seu espaço,você também muitas vezes me fez feliz com seu amável comentário,por isso sempre lembre-se de que alguém espera por sua presença.Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  7. Oi Marli
    Em primeiro lugar muito obrigada por teu apoio.
    Em segundo, fico super contente com comentários como o teu dizendo que gostaram e se incentivaram a fazer determinada pois isso é que dá sentido e motivação do blog.
    Já tive um blog cultural que perdi por ter esgotado a cota de imagens ... snif
    Talvez um dia ... quem sabe ...faça outro.
    Acompanhei o sofrimento do marido de uma grande amiga que sofria de apnéia, até bilhetes diários tinha na caixa postal reclamando. Não teve jeito a não ser cirurgia.
    Abração pra ti também e uma ótima semana.

    ResponderExcluir
  8. Oi, Marli, vim agradecer sua visita ao meu blog:suas palavras me deixaram feliz, pois partindo de quem tem um blog tão bom como o seu, me incentivaram.Um grande beijo para você e sucesso com este blog que curto muito.
    Beijos,
    Milu

    ResponderExcluir
  9. Noah,obrigada pela participação,fico feliz quando alguma postagem faz bem aos amigos que de alguma maneira o levam para sua vida.Sua competência é grande ,conheço seu trabalho,por isso vá em frente com o blog.Sucesso! Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  10. Milu, querida,eu gostaria de poder passar em sua casa(blog) mais vezes,porém é impossível devido aos demais compromissos,seu espaço me fez bem.Obrigada por tão amáveis palavras,sinto-me na obrigação de melhorar a cada dia para que pessoas como vc apreciem com dedicação o que deixo postado aqui.Você tem um potencial invejável,por isso parabéns! Um grande abraço!

    ResponderExcluir

Em tempo de São João

Cresci vendo a fogueira ser montada, ser acesa e queimada, espetáculo que se repete todos os anos com a festa do Padroeiro do bairro São Pe...