18 de mar de 2011

Depois da Tempestade vem a bonança



"E Ele, despertado, repreendeu o vento e disse ao mar: Cala-te, aquieta-te. E o vento se aquietou e houve grande bonança" (Mc 4:39).''


Quando é feita a anunciação de um grande espetáculo, seja o futebol ou o carnaval, sento-me e espero passar, os comentários post festum são sempre mais acalorados do que o ato em si.
Com o carnaval 2011 não foi diferente, tivemos fogos em barracões, enchentes na cidade do samba, dilúvio em São Paulo, mas nada parou essa, que é o considerada a maior festa popular do mundo.
Depois de ver o vídeo da jornalista Rachel Sheherazade, com um pouco mais de 3 minutos, e algo em torno de 583103 acessos, entendi que o Carnaval deixou de ser a *festa popular* há muito tempo.



*A festa é uma necessidade social em que se opera uma superação das condições normais de vida. (...) É um acontecimento que se espera, criando-se assim uma tensão coletiva agradável, na esperança de momentos excepcionais. (...) A festa é a expressão de uma expansividade coletiva, uma válvula de escape ao constrangimento da vida quotidiana. Da economia passa-se à prodigalidade; da discrição à exuberância. Surgem as manifestações de excesso, nos mais ricos por ostentação, nos mais pobres por compensação (Birou, 1966: 166) *


A nova contratada do SBT-SP teve a coragem que há muitos faltam, e tirou da sua garganta o grito preso contra uma das maiores farsas do nosso País: o Carnaval.
Seu vídeo foi considerado polêmico, mas porque sempre quando se fala a verdade nesse País somos chamados de polêmicos? Os ‘’grandões’’ se incomodam com a verdade, verdade essa que eles têm certeza absoluta que está dormindo em berço esplêndido, visto que seu povo dança, samba, urina em lugares públicos, faz orgias, engravida, pega doença num período de 2 dias, oficializados em nosso calendário ( em algumas cidades é carnaval o ano todo), mas quando a verdade acorda algumas vezes ao ano, os grandões se preocupam e a intitulam ''polêmica''.

Em um pouco mais de 3 minutos ela ‘’lava a alma’’ e derruba a máscara do carnaval brasileiro.
Parabéns pela coragem dessa jornalista, e ao SBT por contratá-la, valorizando assim a inteligência, audácia e perspicácia que hoje tanta falta faz aos meios de comunicação.


Mariane Boldori

8 comentários:

  1. Marli!
    Deixei um selinho para você lá no Viaje na Janela. Acho que você irá gostar da brincadeira...
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. OI, muito interessante seu blog, to passando aki pq vi q vc é seguidor do blog do meu amigo, Mailson, e por isso quero convidar vc para dá uma olhada no meu blog http://otaviomsilva.blogspot.com/
    desde Já agradeço, Forte abraço

    PS: Sigo de volta

    ResponderExcluir
  3. Um blog com conteudo....adooro isso, porisso te sigo.
    abraçao.

    ResponderExcluir
  4. Marli, vi esse vídeo, corajoso! Mexe com vários interesses; na verdade os que fazem a alegria do carnaval só lucram e conseguem a felicidade em um momento; o resto é dívida e sonhos.

    bjs, amiga.
    Tais Luso

    ResponderExcluir
  5. Elenir,agradeço pelo carinho e presente do selo,passarei pelo seu blog para buscá-lo.Obrigada.Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  6. F.Otávio,seja bem vindo a este espaço que passa a ser seu tbm.Obrigada pela visita e comentário.Com certeza,aceitei seu convite e vou passar em seu blog, seguirei vc tbm.Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  7. Margoh,obrigada pela visita e comentário,fiquei feliz por tê-la aqui em meu espaço.Volte sempre .Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  8. Taís,amiga querida,obrigada pela sua amável presença e comentário.Eu também penso como vc.Volte sempre .Um grande abraço!

    ResponderExcluir

O Voar do Tempo

Bola de gude, amarelinha, bets, pega-pega, brincadeiras que fizeram parte da infância de inúmeras gerações e, hoje soam como lendas para ...