17 de ago de 2013

Nascer assim, tudo bem,mas morrer assim, não.

                                                Como viver assim.

        Sinto que o sol vai demorar a aparecer hoje, o frio está cortante, atravessa a pele e chega aos ossos.
No momento, estou sendo embalada ao som do grande poeta, Dorival Caymmi, que eleva nossa alma em prosa e verso. Ouço a trilha sonora "Eu nasci assim, eu cresci assim, eu vivi assim, vou ser sempre assim,...". Canto junto, pois Grabriela é assunto conhecido. Foi novela. Quem lembra?
      O pensamento fervilhou em minha cabeça e repito mentalmente o verso"... eu vivi assim, vou ser sempre assim,...". Nascer, crescer, viver, mas, ser sempre assim é comodismo muito severo. Quem em sã consciência pode viver " assim" a vida toda?
     O parco tempo para viver já nos deixa estressados, imaginem " ser sempre assim, assim, assim." Seria o caos da vida.
     No entanto, pasmem, há pessoas, que são sempre " assim".
    - Assim, como ?
     Elas não se atrevem a olhar e enxergar o que acontece ao seu redor.Não lhes importa o que as pessoas estão sofrendo nem com as várias doenças que estão dizimando tudo, guerra, esse monstro destruidor a serviço dos interesses de grupos, ceifando nossas esperanças.
     Como pode alguém viver " assim", nessa destruição terrível? Dói-me pensar que pessoas vivem sempre " assim ".
     E, ainda há mais, elas não se abatem, jamais, pois decidiram nascer e viver assim.
     Resta-me a esperança de que o porvir nos venha com pessoas que desafiem o nosso querido poeta, Dorival Caymmi e queiram viver de maneira diferente e com coragem.
     Eu nasci assim, eu cresci assim, eu vivi assim, mas hoje, NÃO sou assim.

26 comentários:

  1. Recordo-me bem da telenovela. A primeira, não americana, a poder ser vista em Portugal. Ocorria 1975 e tinha-se dado uma revolução. E tínhamos passado da ditadura para a democracia.
    Já não se morre assim como se nasceu. Mas, falando fracamente, muitos fazem jus à canção, nascem assim, para serem sempre assim, Ora, que todos participem no avançar para uma sociedade mais justa.
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Daniel,É bom saber que já não morremos como nascemos ou como nos ensinaram a viver.Que bom podermos avançar para sermos melhores e não sermos sempre "Assim." Abraço!

      Excluir
  2. Boa noite...

    Passo para desejar um bom fim de semana....
    Adorei ler o texto... Fabuloso!
    Abraço

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cidália, obrigada pela visita e comentário.Desejo-lhe um ótimo início de semana!Abraços!

      Excluir
  3. Oi Marli.
    Falo isso para meus filhos quando eles usam a expressão " mas eu sou assim". Digo que podem mudar. O querer aqui não é mudar porque não dá para mudar, mas porque não querem mudar. Imagina, Marli, aceitar essa atitude. É passividade, comodismo, conformismo, coração e mente fechado para a vida.
    A vida nos apresenta tantas coisas novas a cada momento, e não aceitar o novo ou renovar meu interior, porque eu nasci assim, eu cresci assim, eu vivi assim, vou ser sempre assim.
    A cada momento um novo olhar. E viva a vida.
    Paz e Luz em seu espirito.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Professor Cantu,você realmente tem razão quando fala e registra que nossa atitude deve mudar para que não sejamos sempre "ASSIM". Nossos filhos têm o melhor tempo para fazer a mudança necessária a vida deles.O bom é sabermos que nós, podemos mudar a maneira de viver. Grande abraço!

      Excluir
  4. Olá amiga Marly, obrigada pela visita, hoje passei para fazer uma visita especial, deixar esta borboletinha e lembrar que muitas vezes é necessário passar por uma metamorfose como as borboletas para nos renovar a cada dia.
    _________*___*___*__*_______******
    __________*___*__*________**::::::::**
    ______________*__*_______**::::::::::**
    _______________*__*_____**:::::::::::**
    ________________*__*___*:::::::::::::**
    _________________*_*__*::::::::::::::**
    _____**********____##*::::::::::::**
    ___**:::::::::::::::::::* ^^*::::****::::**
    __**:::::::::::::::::::::*^^^**:::::::::::::**
    ___**:::::::::::::::::****^^^*:::::::::::::**
    _____**:::::::::::**:::::::*^^*:::::::::::**
    __________****:::::::::::::*^*********
    ____________**:::::::::::**>>>>>>>>
    ___________**::::::::**<<<<<<<<<<<<<<<<
    ____________******"::::::::::::::::::::::::::::::::::
    ____________******"A melhor alegria da vida é
    saber que nunca estamos só, que a cada
    momento renascemos para a vida e em
    cada renascer brota a alegria de saber que
    existem pessoas amigas, que mesmo distantes,do outro lado da telinha tem em seu coração um toque de amizade e que não medem distância para se fazer presente em nossas vidas.
    Obrigada por seguir meu blog e fazer parte dos 732 seguidores, que considero de amigos(as), pois em cada visita, além dos comentários reflexivos, deixam uma palavra de carinho e até mesmo de preocupação quando por algum motivo demoro nas visitas. Você é muito especial na minha vida.
    Um abençoado domingo e um início de semana com muita luz e paz. Bjuss
    Lourdes Duarte


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Lourdes,que bela visita e comentário.Obrigada por tão sensíveis palavras que já marcaram meu coração.Obrigada pelo significativo presente, a borboleta, sinal de que ainda podemos voar para outras paragens.Gosto de saber que tenho amigos mesmo como você disse, do outro lado da telinha.Obrigada, por você fazer parte do meu espaço que é seu também.Sua visita me fez bem. Volte sempre.Grande abraço!

      Excluir
  5. Gasparzinho18/8/13 17:33

    Um ótimo texto! Conheço esta música, canto esta música, mas nunca tinha "parado" para interpretá-la como você o fez.
    O comodismo é um dos males da sociedade atual, além da solidão, que o mundo virtual nos proporcionou.
    Abraços do amiguinho camarada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gaspazinho,obrigada pelo elogio ao que escrevi.Às vezes, ou muitas vezes não "paramos" para ver nem ouvir o que a vida nos traz como recados, tenho aprendido a sentir melhor as coisas e pessoas que me rodeiam.Penso que o mal maior seja a solidão e não comodismo, mesmo que estejamos rodeados de gente,a solidão nos pega,e o mundinho virtual nos acolhe.Dê a você um presente e "pare" para poder viver melhor.Grande abraço!( não é conselho)rs

      Excluir
  6. Nascestes assim e não muda nada viu Marli, foi moldada por mãos de fada. Passando para te desejar uma semana com muitos sorrisos e dar-te um abraço saudoso. Luz e Paz!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lindalva, minha linda amiga dos poetas.
      Será que não devo mudar em nada? rs
      Olha quem me conhece bem , sabe que te e devo mudar.
      Grande abraço, amiga!

      Excluir
  7. Oi Marli! Passando para agradecer e retribuir a tua honrosa visita e amável comentário, assim como dizer que adorei o texto. A vida é o nosso maior presente e, portanto, temos que aproveitá-la o máximo possível, inovando, partindo em busca da felicidade.

    Beijos e uma ótima noite pra ti e para os teus.

    Furtado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rosemildo, Sendo a vida nosso maior e melhor presente, nos cabe melhorar sempre e com isso a mudança se faz necessária.Obrigada pela visita e comentário.Belo início de semana. Abraço!

      Excluir
  8. Nascemos para aprender todo dia....
    Beijo Lisette,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lisette, com certeza, aprendemos um puco todos os dias.Obrigada pela visita, volte sempre. Beijos!

      Excluir
  9. Oi Marli
    Você deu um tom perfeito ao interpretar de forma realista este verso tão singular. Ousar desafiar a mesmice é tarefa para os sábios e destemidos. Aceitar bestificado esta realidade é um comodismo digno de compaixão. Encantada com a sua releitura. Parabéns.
    Que o sussurrar do vento te leve um beijo carinhoso e me deixe em seus pensamentos para que a distância não apague o carinho da minha amizade.
    Gracita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gracita,fiquei muito emocionada com seu comentário,pois a gente quando escreve, sempre fica com a insegurança de não agradar,mas você me deu a certeza de que o texto agradou.Seria tão bom, termos mais tempo para deixar mais registros aqui,porém deixamos o nosso recado.Agradeço de todo meu coração.Volte sempre. Grande abraço!

      Excluir
  10. Querida amiga Marli !!!

    Me senti lisonjeado com a sua visita ao
    Meu Blog. Obrigado pelo carinho de
    Sempre para comigo e meus trabalhos.
    Seu espaço é também maravilhoso.
    De fato não podemos seguir ao pé da letra
    o que o compositor diz, mesmo porque não sabemos
    o que vamos encontrar pela frente. A vida é cheia
    de surprêaas, não é?
    Que você tenha uma linda semana com
    Muita e luz e amor em seu coração!
    Beijos de luz!!!!!!!!!

    POETA CIGANO – 19/08/2013

    http://carlosrimolo.blogspot.com
    “Poesias do Poeta Cigano”

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Carlos,( grande poeta Cigano), a lisonja é recíproca. Seu trabalho é maravilhoso, tenho lido lá em seu espaço para ver se consigo ser poeta,sei que as palavras não são para todos,pois você as governa bem.Obrigada pela visita e comentário. Volte sempre,pois este espaço é seu também.Abraço!

      Excluir
  11. Minha querida Marli, vc é uma pessoa muito especial e modesta sabia?
    Vc escreve muito bem! Obrigada pelos elogios! Volte sempre!
    Beijinhos em sua alma...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Zizi, sempre fico com dúvidas quando escrevo,por isso preciso de pessoas escritoras com você para avaliar, admiro seu trabalho.Tenha uma semana abençoada.beijo grande!

      Excluir
  12. Respostas
    1. Olá Ricardo, obrigada pela visita.Fico feliz por ter gostado do que escrevi.
      Tenha uma semana abençoada. Abraço!

      Excluir
  13. rsss, pois não é que eu nunca tinha pensado nisso! Viver sempre assim, sempre do mesmo jeito, sempre no mesmo trilho... Marli, acho que você levantou algo que ninguém pensou até agora!!! Eu já estou pensando...
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tais, escritora grandiosa, vindo de você o cometário que gostou do texto, fico muito feliz.Sempre que posso estou lendo as suas crônicas e um dia, quero escrever como você.Obrigada pela visita e comentário.Tenha uma semana abençoada junto à sua família. Beijos!

      Excluir

Sejamos o milagre

Costumo dizer que nunca um filme é 100% perdido, mesmo aqueles que não caem em nosso gosto artístico por completo. Sempre há possibilidad...