8 de set de 2012

Metade


Ouvindo um poema, parei para refletir sobre a letra.
Som conhecido de todos que gostam de ouvir algo que lhes faça bem.
Voltando ao poema , ouvi as palavras com carinho e percebi que em nossa vida tudo é dobrado. É claro que, também conhecemos sobre o assunto da duplicidade, mas valeu naquele momento oportuno que no silêncio eu parasse para refletir.Resultado,resolvi colocar o meu sentimento aqui para que vocês, meu queridos amigos possam quem sabe, sentir o mesmo que senti.
Vale lembrar que quando estamos gostando de alguém há o outro lado, do deixar de gostar;
se estamos com saúde, há o outro da doença que nos persegue;
se a alegria estampa meu rosto, no meu interior há a tristeza que se esconde;
se estou feliz por meu emprego, já perpassa o medo de perdê-lo;
o meu sono vem com a vontade de não dormir para que o tempo pare;
e percebi que em todos os sentimentos há o outro lado.
Porém, o Amor é sublime, é único, pois amamos de alguma maneira, e há vários tipos de amor. Brian L. Weiss (famoso psiquiatra) autor de várias obras em seu livro
Só o Amor é Real”, nos passa um pouco sobre o assunto.
Ah! o amor......
Postei juntamente ao texto acima, o poema que me fez parar .
Espero que gostem. Desejo-lhes um ótimo final de semana!

4 comentários:

  1. Olá querida seguidora e amiga, estou mais uma vez aqui com meu comentário pronto, mas de forma alguma querendo me promover, mas está mais perto de você, reavivando os laços que nos une nessa blogosfera. Como diz Madre Tereza de Calcuta “Por vezes sentimos que aquilo que fazemos não é senão uma gota de água no mar. Mas o mar seria menor se lhe faltasse uma gota”. Com certeza fazemos a diferença nesse mundo virtual, postando um pouco dos nossos conhecimentos, compartilhando coletivamente para que cheguem a outros indivíduos e assim sejam multiplicados. E lembrando mais uma vez Madre Tereza: “As palavras de amizade e conforto podem ser curtas e sucintas, mas o seu eco é infindável”. Saber que temos amigos mesmo por traz dessa telinha fria é maravilhoso, afinal podemos está distantes, falar línguas diferentes, mas estamos debaixo do mesmo céu. Bjuss um abençoado domingo e um inicio de semana na paz de Deus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida amiga Lourdes, que belo comentário você me deixou.Um verdadeiro presente de palavras.Você tem razão quanto à amizade, pois sem ela seríamos pessoas desgarradas, sem elos, sem a esperança de uma palavra a mais em nossa vida.Irmã Dulce foi e será o nosso exemplo de boas atitudes.Minha querida,um grande abraço e fique com Deus!

      Excluir
  2. O livro que mencionou é muito bom. O poema? Nossa, eu o ouço com o coração. Somos inteiros, mas temos duas partes, que percebemos ao analisarmos cada sensação ou sentimento. Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Marilene,o poema nos deixa mais conscientes de que somos uma metade de outra. Talvez, uma metade bem diferente.E para sermos inteiros precisamos ser metades.Um grande abraço!

    ResponderExcluir

Em tempo de São João

Cresci vendo a fogueira ser montada, ser acesa e queimada, espetáculo que se repete todos os anos com a festa do Padroeiro do bairro São Pe...