18 de abr de 2013

Hora de rever


não sei exatamente há quanto tempo as notícias de menores infratores pipocam nas mídias deste País.

mas, de uns dias para cá, a situação grita por uma resolutividade.

semana passada mais jovens foram mortos por outros jovens, os denominados "menores".

confesso que não há como entender que as autoridades fechem os olhos para um problema tão grave como este: menores de idade matando, estuprando, roubando pessoas trabalhadoras, justo quem sustenta este País, levando em conta que "menor de idade" não pode trabalhar, segundo a lei.

a mesma lei que os ampara e açoita as pessoas de bem, as vítimas desses "peq uenos infratores".

em um dos casos, um rapaz trabalhador, de 19 anos, voltava do trabalho mais cedo para estudar. ao chegar no portão de casa, foi abordado por um menor. o "menino", com a arma em punho, exigiu o celular do jovem.

no momento em que ele foi entregar, dois tiros ceifaram sua vida.

o "menor" que o matou, tem passagem pela Fundação Casa, antiga Febem, e completaria 18 anos em dois dias.

no outro dia, o "de menor" se apresentou à polícia, de braços dados com sua mãe para prestar depoimento.

passeatas foram e continuam sendo feitas, protestos nas mídias escritas, mas os políticos dizem que "não podem mudar a legislação".

pergunto-me: se os senadores, governadores e presidentes não podem alterar as leis que eles mesmos aprovam e sancionam, quem poderá?

eles podem fazer muito pelo homem de bem, sim!

a Lei maior tem que parar de inverter seus valores e "acocar" pessoas sem caráter, bandidos, e valorar os cidadãos de bem, que levam este País nas costas por anos.

claro que eu sou a favor de mais escolas do que presídios mas, infelizmente, os nossos governantes deixaram as coisas degringolarem de uma forma tão absurda, que fugiram do controle. e esses jovens precisam de corretivos firmes, que vão muito além de um banco escolar.

o Brasil, infelizmente, neste momento em que a violência encontra-se tão banalizada, não tem condições de reeducar seus jovens infratores apenas com cadernos e lápis.

sou a favor sim, que estes delinquentes sejam privados de liberdade, assim como eles têm feito com tantos cidadãos de bem, e tão jovens quanto eles.

 

6 comentários:

  1. oi minha amiga,

    para mim tem uma frase que diz tudo,ou nada:
    se os senadores, governadores e presidentes não podem alterar as leis que eles mesmos aprovam e sancionam, quem poderá?
    BRASIL!!!

    beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga Rô,se tivéssemos bons e honestos políticos tudo seria diferente.Se construíssem mais escolas e valorizassem mais o professor,talvez não estivéssemos passando por uma situação como essa.Amiga, obrigada pela presença maravilhosa, venha sempre.Grande beijo!

      Excluir
  2. Gasparzinho19/4/13 22:06

    Infelizmente não vejo possibilidade do Brasil melhorar neste quesito.
    Há muitos interesses por trás.
    E, depois, melhorando isso, o que serão das futuras promessas políticas?
    O Brasil funcionando corretamente não traz votos, essa é a realidade.
    E, mais além, a educação, o caráter e o respeito ao próximo começam em casa.
    Abraços do amiguinho camarada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gasparzinho,você dá continuidade ao meu pensamento.Já falei que o Brasil não tem mais como melhorar em nada.Eu perdi as esperanças.Realmente, se tudo melhorar "eles" vão perder muito.E,ainda hoje,as famílias despejam seus filhos nas escolas e esquecem de que nós, professores não somos assistentes sociais.Tem razão em sua escrita.Grande abraço!

      Excluir
  3. Venho fazer uma visita através do blog do amigo Bicho Do Mato.
    Li com carinho sua postagem .
    O caso do menor infrator esse tem que ser mudado
    como pode ficar solto Assassino de pai de familia.
    È menor nada acontece hoje isso é uma vergonha
    os policos são os maires assassinos
    por isso a lei continua.
    È triste demais.
    Abraços amiga.
    Um dia lindo pra você,
    Evanir..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Evanir, seja bem vinda a este espaço que agora é seu também.Realmente,você tem razão sobre o assunto do menos infrator.O pior é que não podemos contar com os "nossos" políticos.Já perdi as esperanças em termos um Brasil Melhor.Grande beijo!

      Excluir

O valor das pessoas

Nessas andanças pela vida, ouvimos, lemos e falamos sobre muitas coisas... Após o lançamento de um livro, cujo título mexeu  com minha ca...