8 de fev de 2014

Chico Mendes

Esses dias, trocando de canais ( adoro o inventor do controle remoto ), deparei-me com uma homenagem feita a Chico Mendes no canal Globo News, homenagem aos 25 anos de sua morte.
Infelizmente, quando localizei a matéria, ela já estava na metade. Para minha felicidade, noutro dia, o material exibido foi reprisado.
Eu não conhecia a história dele a fundo.
Não é rotina falar deste seringueiro defensor da floresta.
Eu ouço falar sobre Chico quando procuro no Youtube a música Louvor a Chico Mendes, ou quando surgem essas homenagens em forma de matéria como foi o caso do programa apresentado pela Globo News.
Mas quem foi Chico Mendes, afinal? Merecedor de letras de músicas, programas na TV, homenagens internacionais?
Francisco Alves Mendes Filho nasceu em Xapuri, no ano de 1944. filho de seringueiro, aprendeu a ler com cerca de vinte anos, já que nos seringais, em sua maioria, não havia escolas.
O que não impediu Chico a elevar sua voz e defender com “punhos de ferro”  os seringueiros da Bacia Amazônica, cujo meio de subsistência dependia da preservação da floresta e suas seringueiras nativas.
A partir de 1976, Chico participou ativamente das lutas dos seringueiros para impedir o desmatamento através dos “empates”, ou seja, manifestações pacíficas em que os seringueiros protegem as árvores com seus próprios corpos, “empatando”, literalmente, o desmatamento.
Em várias imagens da época, Chico mostra como extrair o látex das árvores, e o período que se deve dar de intervalos para respeitá-las.
Não posso dizer que a matéria foi tendenciosa, pois não li nenhuma biografia sobre ele, ou me deparei com outro material a respeito de Chico Mendes, mas penso que um homem que narra suas peripécias na mata, reconhecendo e informando ao repórter cada flor, cada planta que naquele solo existem, reconhecendo e imitando o som de cada pássaro, explicando o respeito que temos que ter com a natureza que ela nos devolverá o mesmo respeito, não deve ser um “bandido”, como os assassinos e donos de empresas interessadas no desmatamento da Amazônia, pintaram.
Fico pensando nessas pessoas que, pacificamente, amarram-se às arvores, ou simplesmente ficam em seus galhos para evitarem seu tombamento por máquinas capitalistas. 

Chico foi uma dessas pessoas.
Em Curitiba, neste ano, ocorrerá um manifesto na “Boca Maldita”, contrário à derrubada de duas Araucárias ( símbolos, inclusive, do Paraná ) em um bairro.
Os povos da floresta necessitam da floresta, nós necessitamos da floresta.
Chico foi aos Estados Unidos e Europa pleitear mudanças, denunciou conflitos, deixando a Amazônia sob o foco da pressão internacional.
Na época, os bancos injetavam grandes quantias em dinheiro para desenvolver o Estado, desenvolvimento este que prejudicava diretamente o direito dos seringueiros, e Chico levou esta questão aos Estados Unidos, ele assinou sua sentença de morte.
Os Estados Unidos e a Europa entenderam a questão e apoiaram Chico Mendes, algo que o próprio país onde ele nasceu e por quem ele lutava, não fez.
Logo começaram os ataques, pistoleiros feriam e matavam companheiros de Chico Mendes e os trabalhadores.
Eu fico aqui pensando, em um pequeno espaço de tempo, mais de 30 trabalhadores foram assassinados, a polícia federal cruzou os braços, o governo virou as costas. Estavam à mercê da sorte e de Deus.
O que me faz ter a certeza de que há muito tempo, trabalhadores honestos e pessoas envolvidas diretamente com o desenvolvimento e preservação deste país, não têm valor algum, a não ser para sua própria família.
Muitas pessoas incentivaram Chico a deixar a luta, a ir embora do país para que mantivesse sua vida. Mas ele sempre revidava: “Eu não serei um traidor”.
Chico tinha um ideal, e lutou até o final de sua vida.
Ele foi assassinado em 1988, aos 44 anos,   com tiros de escopeta no peito na porta dos fundos de sua casa,  quando saía de casa para tomar banho. Chico anunciou que seria morto em função de sua intensa luta pela preservação da Amazônia e buscou proteção, mas as autoridades e a imprensa não deram atenção. 


“Não quero flores no meu enterro, pois sei que vão arrancá-las da floresta. Adeus. Foi um prazer”. Trecho da carta escrita por Chico Mendes.

* No final da letra abaixo, segue vídeo do Youtube com a interpretação da música.


Louvor a Chico Mendes

Chico onde houver uma vida
Sua voz será ouvida
Como força de oração
do amor pela terra
Que não se encerra num coração
Sou mais um nessa guerra
Quebrando a serra da devastação

Me abraço à natureza
E a Deus peço axé
Em louvor, a Chico Mendes
Sua luta, sua fé
Homem simples seringueiro
um valente brasileiro

Que ao mundo fez seu manifesto
Um protesto à crueldade e à tirania
das derrubadas das queimadas
É a Amazônia em agonia
que hoje chora a saudade
De Nova York a Xapuri ô ô
Do Oiapoque ao Chuí, xi!
Será que as coisas mudam por aqui?
Na Amazônia
a Amazônia ta virando zona
de liquidação
Sem cerimônia
matam e metem a mão
Na Amazônia
A Amazônia ta virando zona
de liquidação
sem cerimônia
matam sem perdão
um líder

Chico onde houver uma vida
Sua voz será ouvida
Como força de oração
do amor pela terra
Que não se encerra num coração
Sou mais um nessa guerra
quebrando a serra da devastação
A meu verde
Meu verde não é rabo de foguete
Vai tacar fogo no cacete




21 comentários:

  1. É sempre bom esse resgate da história para os que não a conhecem e para que não esqueçamos alguns dos nossos heróis. Se é muito forte a palavra herói, usemos lutador. Este que sem clarim vivia uivando pela selva pela preservação das nossas riquezas, das nossas matas. Ainda há muito que se aprender por aqui, ainda temos que lamber (e muito) as nossas chagas para que tenhamos um Brasil melhor!
    Beijos, Marli!

    ResponderExcluir
  2. Feliz sábado!!!
    Obrigada por esta postagem maravilhosa.

    Bjs
    Nicinha

    ResponderExcluir
  3. Bem lembrado, Marli.

    A memória de quem tentou de alguma forma tornar o mundo melhor deve sempre ser reavivada.

    Adorei a letra da música.

    Meu abraço!

    ResponderExcluir
  4. Gasparzinho8/2/14 12:40

    Gostei! É importante valorizar quem merece. Chico merece aplausos pelo que fez, considero sua luta solitária. Foi um amante da natureza, lutador pacífico pelas suas crenças que deveriam ser de todos nós. Lamento sua morte de forma estúpida e pelas mãos de capitalistas selvagens. Não posso dizer que sua luta foi em vão, mas não consigo ver melhoras desde então. Quem nos diga o calor que sofremos estes últimos tempos. Gostei da música.
    Abraços do amiguinho camarada.

    ResponderExcluir
  5. Boa tarde.

    Gostei de ler.

    Passando para desejar um bom fim de semana.

    Beijo
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia o drama de Chico Mendes, Mas o pulmão do mundo ainda irá precisar de muitas almas descomprometidas, como a desse intrépido seringueiro.
    Abraço

    ResponderExcluir
  7. Olá Marli,

    Gostei muito de ler este texto/homenagem a Chico Mendes de cuja vida conhecia muito pouco. Grande Homem!... O mundo precisa de homens como este que arriscam a sua vida em prol do bem comum e, neste caso, em prol da salvação da nossa "Casa-Mãe", a Natureza que merece todo o respeito que muito poucos lhe sabem dar.

    Gostei deste post e de tudo o que vi e li neste seu cantinho que só agora, graças à amiga Lindalva, tenho oportunidade de conhecer. Ficarei seguidora e, sempre que a minha vida e sobretudo a minha saúde o permitirem, virei fazer uma visitinha.

    Aproveito para deixar aqui o link do meu Farol, o blog que partilho com dois amigos há já 5 anos.

    Até breve, encontramo-nos lá no "Top Blogueiro 2014" da Ilha da nossa amiga, a Lindalva.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  8. Uma vida dedicada à floresta e ao meio ambiente! Mais um mártir da ganância desenfreada.
    Abraço!
    Sonia

    ResponderExcluir
  9. Agradeço a visita, e pedir o link da amiga do Top Blogueiro que você está.
    Deixe registrado no Perseverança, assim todos os visitantes também poderão conhece-la.
    Bj
    Nicinha

    ResponderExcluir
  10. Uma postagem que valeu a pena ler da primeira a última linha :-*

    Psiuuuuuuuuu a votação para o Top Blogueiro 2014 se encerra a meia noite do dia 10, você já se interagiu visitando os amigos? Os amigos dos amigos? Vamos nos interagir e agitar a blogosfera, porque estou sentindo a nação muito dorminhoca :-( ISSO É UM SPAM *gargalhadas* Beijos doces no coração

    ResponderExcluir
  11. Marli,
    Gostei muito de seu trabalho, tão bem eleborado, sobre Chico Mendes, um nome que certamente não será esquecido pelas pessoas que lutam pela preservação da Amazônia, como não será esquecido pela História.
    Você tem razão quando diz que se fala pouco em Chico Mendes no nosso país. Eu acho que Chico Mendes é mais conhecido e admirado em muitos países da Europa que no Brasil. Há pouco tempo vi um documentário no canal 56 - Televisão CURTA! - produzido na Europa, mostrando a vida e a obra desse valente brasileiro. Parabéns, Marli.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, Pedro, obrigada pela sua visita e rico comentário.Infelizmente, hoje está mais fácil calar alguém que tenta mudar o nosso país para melhor, ou mesmo tentar ,mas como sabemos se o fizermos teremos que viver nas sombras.Chico,foi esquecido, aqui, no Brasil.Porém , sempre há alguém que continuará o trabalho dele, com certeza.Abraço!

      Excluir
  12. Anônimo9/2/14 20:31

    Thaոks foor ones marvelous posting! ӏ tгuly enjoyed reading іt,
    you're a ցreat author.I wіll ensure that I bookmark yߋur blog anԀ
    wіll eventually сome back veгy soօn. I wɑnt to encourage ʏourself tߋ continue your ցreat writing,
    hve ɑ nice holiday weekend!

    mу pаge attorneykennugent

    ResponderExcluir
  13. Maravilhosa partilha Marli!
    O saber não ocupa lugar!
    Boa semana!
    Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rui, obrigada por prestigiar sempre os escritos daqui.É bom saber que temos amigos que se importam com o que registramos em nosso blog, volte sempre, pois o blog é seu também. Grande abraço!

      Excluir
  14. Olá minha amiga vim validar teu voto no Top Blogueiro e dia 13 te espero para grande festa. Beijos no coração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lindalva, obrigada por tanto carinho. Vamos aguardar a festa. Grande beijo!

      Excluir
  15. Olá amiga, vim validar teu voto no Top Blogueiro e dia 13 te espero para grande festa. Beijos no coração.

    ResponderExcluir
  16. Em uma terra sem lei como é la em cima é muito fácil calar uma vez que incomoda os interesses dos poderosos. Alias, acho que em qualquer lugar.

    ResponderExcluir
  17. Em uma terra sem lei como é la em cima é muito fácil calar uma vez que incomoda os interesses dos poderosos. Alias, acho que em qualquer lugar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Claudio,realmente concordo com você, é muito mais fácil calar uma voz e continuar os erros que destrói tudo.O mundo está infestado de maldade, resta-nos pedir a Deus a Sua ajuda. Grande abraço!

      Excluir

Sejamos o milagre

Costumo dizer que nunca um filme é 100% perdido, mesmo aqueles que não caem em nosso gosto artístico por completo. Sempre há possibilidad...