25 de set de 2010

Clássico da época da Segunda Guerra Mundial continua vivo e atual...

O clássico A Revolução dos Bichos já foi por muitos leitores, críticos literários, estudiosos, universitários e curiosos analisada, esmiuçada, até talvez a exaustão, porém, com certeza, podemos ainda fazer vários estudos sobre o assunto, pois em nossos dias, continua grande seu valor para novas reflexões.
Na Granja Solar , o Major, um porco com a idade de doze anos, sonhava com a liberdade de todos os bichos, pois eram escravos dos humanos. No entanto, com a morte do Major, Bola-de Neve e Napoleão, dois porcos que colocam em prática as ideias dele. O conjunto das ideias recebeu o nome de ANIMALISMO, uma analogia ao COMUNISMO.

Certo dia, os animais não receberam alimentos. Houve revolta entre eles e expulsaram (Jones e esposa) os donos da Granja Solar.
Os bichos resolveram ir para o campo trabalhar e o resultado do mesmo seria dividido entre eles, e cada bicho tinha o tempo igual de jornada de trabalho.
Os porcos ficaram responsáveis por toda a administração e organização da comunidade, porque eram os únicos bichos  letrados da Granja, sabiam ler, por isso, os mais ou únicos inteligentes.
Mudaram o nome do local para Granja dos Bichos, criaram uma bandeira verde com um chifre e uma ferradura, representando o ANIMALISMO.
Napoleão expulsa Bola-de Neve, pois discordava de suas ideias.
A escravidão começa seu retorno, pois os animais deixaram de trabalhar para os humanos e passam a ser subordinados aos porcos.
Surge a desigualdade social, cães (cachorros adestrados sob o comando de Napoleão) e porcos transformaram-se em BURGUESES e, os demais bichos , escravos.
Os sete mandamentos criado pelos porcos são modificados por ordem de Napoleão.Bola-de-Neve foi apresentado aos demais como  heroi da luta pela revolução, porém os  porcos fazem com que Bola-de Neve seja visto como traidor dos animais.
Esta FÁBULA é uma crítica ao TOTALITARISMO de Stalin, não ao COMUNISMO.
Vejamos a comparação:
Major como Lênin;
Bola -de -Neve como Trotsky (iludido pela revolução e posteriormente enganado);
Napoleão como Stalin;
Animalismo como Revolução Russa.
A crítica da Revolução Russa nos é passada de maneira soberba, através desta obra extremamente interessante e valiosa.
Finalmente, nos vem a tristeza por entender que podemos mudar tudo em uma sociedade, porém o ser humano, não. Os letrados porcos nos mostram o fato tornando-se iguais na degradação do ser humano.


Opinião:- A obra nos mostra claramente o que houve com a URSS sob as ordens de Stalin. Leva-nos a uma reflexão sobre democracia, totalitarismo, assassinatos e também a um socialismo irreal.
Mostra-nos também, o resultado e consequência de uma mente dominada pelo poder , nos faz pensar em como a manipulação das opiniões acontece em favor de apenas um grupo de pessoas.


Tanto é verdade que os "porcos"ainda existem em nosso meio e, mais verdade ainda, que esta obra clássica e satírica da época da Segunda Guerra Mundial continua viva e atualíssima.
"No meu dicionário "socialista" é o cara que alardeia intenções e dispensa resultados, adora ser generoso com o dinheiro alheio e prega igualdade social mas, se considera mais igual que os outros ..."Roberto Campos.
Lembremos também que é uma história de corrupção e traição. A obra nos mostra que os animais tentam criar uma sociedade utópica.

 
Sugestão:
Leia também Os Dez Dias que Abalaram o Mundo, escrito pelo jornalista John Red. A leitura  nos dá condições de fazermos parâmetros das visões do socialismo de Lênin, Stalin e Trotsky.

Curiosidade:


Eric Arthur Blair (Motihari, 25/07/1903- Londres, 21/01/1950 foi um jornalista, ensaísta e romancista britânico, que escreveu sob o pseudônimo George Orwell.
Orwell morreu vítima de tuberculose, aos 46 anos de idade.Tendo solicitado um funeral de acordo com os ritos anglicanos, enterrado na All Saints' Churchyard, Sutton Courtenay, Oxfordshire, com o simples epitáfio: "Here lies Eric Arthur Blair, born June 25, 1903, died January 21, 1950" ("Aqui jaz Eric Arthur Blair, nascido em 25 de junho de 1903, falecido em 21 de janeiro de 1950"); nenhuma menção é feita a seu célebre pseudônimo.
Lápide de George Orwell

Um comentário:

O Voar do Tempo

Bola de gude, amarelinha, bets, pega-pega, brincadeiras que fizeram parte da infância de inúmeras gerações e, hoje soam como lendas para ...