11 de out de 2013

O dia das Crianças

 
" Um dia, uma criança chegou diante de um pensador e perguntou-lhe: - Que tamanho tem o universo? Acariciando a cabeça da criança, ele olhou para o infinito  e respondeu: - O universo tem o tamanho do seu mundo.
Perturbada, ela novamente indagou: - Que tamanho tem meu mundo? O pensador respondeu: - Tem o tamanho dos seus sonhos".
Lembrei-me da obra que li há uns dias "Minha vida de menina", um diário de Helena Morley ( pseudônimo de Alice Dayrell Caldeira Brant ), que foi traduzido pela poeta americana Elizabeth Bishop. Foi publicado pela autora para mostrar "às meninas de hoje a diferença entre a vida atual e a existência simples que levávamos naquela época".
Nem só nos livros vivem os exemplos e diferenças de épocas nas vidas das crianças.
Todos já fomos crianças, o Menino Jesus foi uma criança Santa e o dia 12 de Outubro, para mim, significa lembrar a todos que as crianças precisam brincar, sorrir, serem amadas, sentir segurança e viver sua "criancice". Toda criança tem guardado um mistério, são mistérios que povoam as cabecinhas com força imensurável.
A criança vive em seu mundo misterioso, em um universo onírico.
Estaremos amputando-a da sua infância se a privarmos do seu mergulho no universo de sonhos e fantasias.
Se um dia fomos crianças, hoje dentro de nós ainda existe uma, que jamais perecerá. Pois, às vezes, é bom termos na alma uma criança, que sonha e que ainda guarda um brinquedo no fundo do baú.
Antes brincávamos de roda, pega-pega, peteca, pular amarelinha, esconde-esconde, até com bilboquê, e tantas brincadeiras com muita criatividade.
Hoje, as crianças continuam sendo crianças, apenas com outra maneira de brincar. A simplicidade deu vez e vida aos aparelhos sofisticados. Porém, ela continua sendo a criança inocente que vai se adaptando ao mundo que a acolhe.
"A melhor maneira de tornar as crianças boas, é torna-las felizes". Oscar Wilde.


9 comentários:

  1. Oi Marli
    Tudo bem com você minha amiga? Que cada um de nós deixe aflorar a criança que está adormecida em nós. Linda postagem minha amiga. Parabéns!
    Um excelente final de semana
    Beijos e carinhos
    Gracita

    ResponderExcluir
  2. Limerique

    Se chove, ela inventa uma dança
    Se brinca ela faz sempre lambança
    Vê bichos nas nuvens do céu
    Gosta de fazer boné de papel
    Não quer ser nada a não ser criança.

    ResponderExcluir
  3. Lindo! Essa lindeza é que não deve-se escapar de nós. Lindo!

    ResponderExcluir
  4. Bom dia
    Já passou mas...feliz dia da criança.

    beijo
    Bom fim de semana

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  5. BOM DIA !!!!!!!!!!
    A CRIANÇA QUE EXISTE EM MIM SAÚDA A CRIANÇA QUE EXISTE DENTRO DE VOCÊ...
    FELIZ DIA DAS CRIANÇAS !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  6. Gasparzinho12/10/13 20:06

    Ser criança, como é bom! Ser inocente, não ter preocupações, contas, impostos, imposições!
    Ah, como eu queria voltar o tempo e por lá ficar.
    Impossível, infelizmente.
    Crianças, não queira, crescer tão rapidamente. A melhor fase da vida!
    Abraços do amiguinho camarada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gasparzinho, então ... ser criança é bom, mas quando somos ou quando éramos queríamos crescer. Hoje, eu gostaria de dar uma chegadinha, no meu tempo de criança e aproveitar melhor a fase gostosa da vida. grande abraço!

      Excluir
  7. Lindo post minha querida! Obrigada pelo comentário no meu cantinho!!!
    Beijinhos docinhos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Zizi, obrigada pela visita e comentário.Espero que esteja bem. Fico feliz por saber que você gostou do texto. Grande abraço!

      Excluir

O outro lado da cegueira

Um dos trechos mais comentados e que mais aprofundam o leitor dos personagens é quando Saramago escreve:  “O medo cega (…) são palavras c...