Apreciadores de Um Naco de Prosa

31 de out de 2013

Hospital Psiquiátrico de Barbacena - MG


Confesso que não conhecia este lado do Brasil.
Não por ingenuidade, apenas achei que as barbáries feitas pela ditadura militar já foram suficientemente monstruosas, e nada se igualaria a ela.
Mero engano.
Após assistir a reportagem na TV Record, a respeito do Hospital psiquiátrico de Barbacena, Minas Gerais, fui atrás de mais informações desta época que foi totalmente ignorada, principalmente por aqueles que ajudavam para que ela existisse: os pais e parentes dos internos.
Na época foi feito um curta para denunciar, ou relatar, como era por trás dos muros do Hospital. O curta chama-se “Em nome da Razão”, feito em 1979.
Nele encontramos personagens curiosos, que demência nenhuma demonstram ter. Pelo contrário, por vezes pensei que a “louca” era eu.
Nas livrarias podemos encontrar o livro da jornalista Daniela Arbex, “Holocausto Brasileiro”, que narra, em suas páginas, maiores detalhes destes personagens privados de tudo, principalmente afeto e amor.
Após assistir ao documentário, ler o livro, a sensação de um vazio imenso é inevitável. Quantas pessoas perderam suas vidas dentro de muros cinzentos, sem ao menos saber pelo que estavam pagando?
Apontamos os dedos para o vizinho, que ele foi o “demônio”, como pode um homem ter feito “tudo isso”? “Era um verdadeiro monstro este Hitler!”
Sem tirar a culpa de um ou de outro, mas... e o que foram os políticos, as famílias, os médicos, as enfermeiras, desta época, que foram por vezes coniventes com este episódio sombrio e sádico do nosso País?

Abaixo, o documentário dirigido pelo mineiro Helvécio Ratton: 


13 comentários:

  1. Esses locais acumularam tristezas sem fim. Muitos foram lá trancafiados, tão somente, por manifestarem sua opinião, contrária aos costumes da época. Pior é saber que ainda existem muitos assim, onde abandonam parentes para deles não cuidarem. Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marilene, é triste, mas sabemos que ainda existem muitos lugares semelhantes a este.há muitas pessoas que sofrem por serem incapazes.Quantas crianças, idosos,mesmo os animais que sofrem torturas em suas próprias famílias.Triste! beijos!

      Excluir
  2. BOM DIA
    Passo para desejar um excelente fim de semana
    Beijo
    Visite.. que hoje não quer sair..
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cidália, obrigada pela sua visita.Desejo-lhe um final de semana abençoado.Volte sempre, pois és bem vinda! Grande abraço!

      Excluir
  3. Limerique

    Este nunca foi o Brasil que procuro
    De tortura e morte por trás do muro
    Um país amaldiçoado
    Que põe pobre de lado
    E torna-se um medievo obscuro.

    ResponderExcluir
  4. Gasparzinho2/11/13 18:36

    O Brasil vive(u) tantos absurdos que nada mais me surpreende, apenas entristece. Olho para os lados e não sei para "onde correr".
    Abraços do amiguinho camarada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gasparzinho,infelizmente sabemos que o Brasil ainda esconde muita tristeza como esta. Quanta maldade em nome da justiça ou da ambição.Sinto-me covarde , às vezes ,pois tenho vontade de não saber mais nada de ruim, mas como você citou nem temos para onde correr. Beijo!

      Excluir
  5. Pena que acontece....
    Beijo Lisette.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lisette, bem isso....triste saber que coisas assim acontecem e continuam acontecendo. Basta-nos pedir a Deus que os conforte. Obrigada! beijos!

      Excluir
  6. Tem muitas coisas neste Brasil que é difícil de acreditar.
    Trabalho escravo por exemplo em regiões do centro-oste e norte.
    A polícia não entra lá. É terrível.

    Abraço.

    Histórias, estórias e outras polêmicas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Claudio, às vezes nem queremos acreditar,mas ainda continuam acontecendo as barbáries que pensamos ser fatos do passado. Obrigada! Abraço!

      Excluir
  7. Eu fui conhecedora disto tudo! Tenho grande parte da minha família que mora em Barbacena!
    Obrigada pela visita e pelo carinho querida!
    Beijinhos sempre...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Zizi, eu que agradeço pela sua amável visita.deve ser triste além de saber da barbárie, conhecer o lugar onde tantas pessoas sofreram e acabaram morrendo.Obrigada! Beijos!

      Excluir