13 de nov de 2010

Golpe no estômago...

Nesta semana fomos surpreendidos com a notícia da ''quebra'' do Banco Panamericano, o banco de Silvio Santos.
Entre uma notícia e outra publicada, deparo-me com absurdos de um povo pobre em conteúdo, que a primeira coisa a fazer é criticar, depois ler o que realmente está por trás dos fatos.
Pois bem, não sou fã da programação do SBT, na verdade, acompanhei algumas vezes pela minha filha e pelos meus pais.
Entre tantas asneiras que li e vi, estão a charge de Maisa como presidente do Banco, e um frustrado telespectador da Rede Globo acusando Silvio Santos de não saber lidar com talentos mirins, afirmando que o mesmo ''destruiu'' a ótima atriz que ela poderia ser.
Em um país onde dinheiro é escondido em cuecas, é lamentável que o próprio povo se una em palavras cuspidas de gargantas infladas,dizendo isso ou aquilo de um dos maiores empresários e empregadores desse País.
É repugnante você ouvir ladainhas em bares,e misturados a goles de pinga barata, a respeito de um dos homens que mais corretamente leva o exercício de cidadania adiante: pagando seus impostos e, assim como a Rede Globo, dando o espaço da sua TV por uma causa nobre a AACD.
O que o Silvio tem para ganhar com isso?
Cada segundo da TV hoje vale milhões e todos sabemos disso, a arrecadação desse ano com a AACD não chega perto do que ele deixou de lucrar pelos dois dias que ficou no ar.
Um homem com 81 anos, que fez o que fez, não merece ser tratado como um moleque por quem não chegaria nem perto do que ele construiu.
Desculpem meus amigos, o desabafo mas, ando cansada da hipocrisia alheia.
É cômodo atirar a primeira pedra, mas difícil é tirá-la do caminho para que o outro possa passar sem dificuldades.
Basta de reclamar, apontar o dedo, rir da desgraça alheia.
Basta de hipocrisia, basta de falsos idealistas e falsos civis.
Silvio Santos como tantos empresários está passando por dificuldades, como passou em outros tantos momentos. Causados por pessoas sem caráter, que hoje lhe apontam o dedo,porém sem lembrar que há três apontados contra si mesmos.
Que Deus os perdôe pelo egoísmo e ajude a salvar os milhões de empregos que estão em jogo.
Sem mais.

Mariane Boldori

2 comentários:

  1. Passei por aqui por indicação de um amigo,pois vou ser sincero eu precisava de um texto postado aqui,li e usei um bom bocado dele,espero que não se importe.Bela criatividade.Aqui tem até bolo,pudim e cachaça.Voltarei.
    Abraço
    João Eduardo DÁvilla

    ResponderExcluir
  2. Marli Boldori19/11/10 21:24

    Muito obrigada pelas palavras e carinho. Não me importo, sinto-me honrada pelas minhas palavras irem tão longe e tocarem aos corações sensíveis. Volte sempre. Meu imenso carinho.

    ResponderExcluir

O Voar do Tempo

Bola de gude, amarelinha, bets, pega-pega, brincadeiras que fizeram parte da infância de inúmeras gerações e, hoje soam como lendas para ...