20 de nov de 2010

Selo: Partidas e Chegadas: O que faz você feliz?




Este valioso presente recebi de uma grande pessoa, a Elenir, além de ser uma amiga especial, é minha prima irmã, como diziam antigamente rssssssss, mas é verdade, a Niza como a chamamos carinhosamente é uma pessoa que sempre me estendeu a mão, sempre ligadíssima às minhas necessidades da vida, é meu presente de Natal....
Ah! vocês precisam visitar o blog da Niza,ops! Elenir, pois está encantador http://www.viajenajanela.blogspot.com/


Nomearei alguns amigos para que também recebam o maravilhoso selo, seu blog ficará mais atraente, pois já o é, mas ficará melhor ainda:

Gosto muitíssimo de escrever, no entanto estou há alguns minutos sem saber o que registrar aqui. Gente! que difícil falar sobre mim e mais ainda...esta tal felicidade.
Mas vamos lá... Mãos à obra.
Na minha vida houve vários caminhos e muitas encruzilhadas, caminhos tortuosos e encruzilhadas difíceis de escolher, porque sempre tornaram-se obstáculos à minha chegada. No entanto, sempre cheguei por mais distante que fosse o trajeto, e o bom é que sempre ao chegar encontrei minha família, meus amigos, meu lar, minha felicidade.
Devemos saber que sempre há duas vias para o caminho, ser feliz ao partir na expectativa da chegada e ser feliz na chegada também com uma ótima perspectiva.
É importante conhecer os objetivos da chegada para poder um dia partir, e que esta partida seja plena em todos os sentidos.
Não basta apenas, chegar ou partir. Nesta lacuna entre chegadas e partidas, precisamos aprender a alçar vôo, também a pousar com tranquilidade para podermos usufruir da felicidade, que levamos conosco nesta incansável  jornada de partidas e chegadas.
No entanto, na hora da partida sempre levo a saudade dos momentos em que fui feliz.


"...pois só sente saudade, quem já foi feliz".


Sintam-se abraçados com carinho!



Um comentário:

  1. Mariane Boldori20/11/10 21:55

    Entre Partidas e chegadas o que me faz feliz: a lembrança da minha avó debruçada sobre a cerca de casa, nos esperando voltar do colégio para almoçarmos...
    O afago dado por uma mão amiga entre a nuca e a orelha de um pequenino cão... Deitar em minha cama e continuar a leitura de um livro que há tempos espero para ler...
    Assistir a um show em silêncio, sentindo na alma cada palavra, cada nota...
    Ver meus pais juntos, ao meu lado.
    Ver meus amigos bem...
    Meus bichinhos felizes...
    Meu coração em paz...
    E um delicioso copo de coca cola gelado.

    Mãe, muito obrigada por esse post... fez com que, mais uma vez, eu percebesse que o simples é o melhor que precisamos ter para sermos felizes. Amo você.

    ResponderExcluir

Criticar ou não criticar?

Às vezes o que precisamos é apenas um filme que nos traga algo de bom. E esses dias eu estava a procura de algo bom, delicado e encontrei...